Grêmio já demonstrou sua “imortalidade” contra o Fluminense; relembre

Grêmio
Reprodução/YouTube.

O anoitecer de Porto Alegre no dia 16 de julho de 2006 quase se completava quando o Grêmio resolveu resgatar a imortalidade e devolver o sorriso aos torcedores gremistas. Mais de 25 mil pessoas foram ao velho estádio Olímpico naquele domingo frio da capital dos gaúchos acompanhar o embate contra o Fluminense pelo Campeonato Brasileiro – em duelo que se repete neste final de semana na casa dos cariocas. 

LEIA MAIS:

Pelo Equador, Miller Bolaños marca gol de empate contra o Peru; assista

Douglas Costa fala sobre o Grêmio e anima a torcida gremista

Mercado da Bola 2016: Inter acerta contratação de zagueiro do Palmeiras

Atuando com confiança e envolvendo o adversário, o time de Mano Menezes foi soberano durante todo o primeiro tempo e até os 25 minutos do segundo, quando abriu 2×0 e se aproximou de uma tranquila vitória. Mas o Flu era valente. Sem se dar por vencido e embalado por Petkovic, o clube carioca reagiu na partida, empatou, virou e chegou a fazer 4×2 faltando poucos minutos para o fim da partida.

Incrédulos, os torcedores gremistas começavam a deixar arquibancada frustrados pela inesperada virada. Esqueceram-se, no entanto, que torciam para um time cuja a imortalidade aparecia justamente nos momentos mais delicados. Herrera, aos 47 minutos do segundo tempo, e Rômulo, aos 49, provaram isso. Ah, se tivesse mais cinco minutos…

Neste sábado, às 18h30, as equipes voltam a se enfrentar pelo Brasileirão. No estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, Fluminense e Grêmio prometem fazer um dos duelos mais equilibrados da sétima rodada do Brasileirão. E se for tão equilibrado quanto o confronto de 2006, emoção é o que não vai faltar.

Relembre os gols da partida:

Ficha técnica da partida:

Grêmio: Gallatto; Patrício, Maidana, William e Escalona; Jeovânio (Sandro), Lucas, Tcheco, Rafinha e Ramon (Herrera); Rômulo.
Técnico: Mano Menezes
Fluminense: Fernando Henrique; Rogério, Gabriel Santos, Tiago Silva e Marcelo; Marcão, Arouca (Beto), Juliano (Jean) e Petkovic; Cláudio Pitbull e Tuta (Evando).
Técnico: Oswaldo de Oliveira.
12ª Rodada – 16/07/2006, domingo – 16h00min

Público: 25. 332 (21.410 pagantes)
Renda: R$ 188.338,00
Árbitro: Cléver Gonçalves (MG).
Expulsões: Tcheco (G) e Jean (F)
Gols: Ramon aos 26 do 1ºtempo; Rômulo aos 22, Evando aos 26, Petkovic aos 32, Marcelo aos 34, Petkovic aos 42, Herrera aos 47 e Rômulo aos 49 do segundo tempo



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.