De Gea sobre acusação de abuso sexual: “É uma mentira e uma falsidade”

De Gea
Getty Images

O goleiro David De Gea teve o seu nome envolvido em um processo de abuso sexual nesta sexta-feira (10). O atleta definiu a acusação como uma mentira e afirmou estar tranquilo quanto ao processo em entrevista coletiva.

LEIA MAIS

GOLEIRO DA ESPANHA É ACUSADO DE ABUSO SEXUAL, DIZ JORNAL

“Sou o primeiro surpreso com esta notícia. Quero desmenti-la. É uma mentira e uma falsidade. Isso me dá mais força para estar com a seleção, com o apoio de meus companheiros. Fica nas mãos dos meus advogados.Podem colocar tudo o que quiserem. É tudo falso. Isso me dá mais forças e estou muito tranquilo. Estou desejando sair para treinar e seguir fazendo o que gosto”, explicou.

De acordo com o site eldiario.es, uma mulher que teria sido vítima de assédio acusou o arqueiro junto ao atacante Muniain, do Athletic de Bilbao. Segundo a testemunha, ela e uma garota foram levadas por um empresário do mundo pornô até um hotel cinco estrelas de Madrid e foram obrigadas a fazer sexo com os dois. Como se recusaram, foram agredidas e ameaçadas caso o que havia acontecido se tornasse público.

O caso teria ocorrido em 2012 quando os dois jogadores defendiam a Seleção Sub-21 da Espanha.