Autor de gol do Haiti lamenta 7 a 1: “Derrota sangrenta”

Brasil x Haiti
Reprodução/tv

O meia James Marcelin fez o gol de honra na derrota por 7 a 1 para o Brasil, pela Copa América. O jogador do Haiti reconheceu que o adversário era superior, mas não escondeu a decepção com o placar elástico.

LEIA MAIS:

Brasil x Haiti tem gafe na hora do gol; confira


Relembre 7 goleadas por 7 x 1 no Brasileirão


Brasil x Haiti: Confira os melhores momentos do jogo pela Copa América

O feito de Marcelin aconteceu aos 25 minutos do segundo tempo, quando a seleção brasileira já vencia por 5 a 0. Na jogada, o meio-campo da equipe caribenha aproveitou um rebote do goleiro Alisson e tocou para o fundo da rede.

“Eu ainda não encontrei as palavras certas para explicar a minha alegria por fazer um gol contra o Brasil. Eu sabia que eles eram mais fortes, e precisaríamos lutar muito para evitar uma derrota sangrenta. Mas foi o que acabou acontecendo, apesar de jogarmos com todo o coração”, afirmou ao jornal “Le Nouvelliste”, pouco antes de embarcar no ônibus da delegação haitiana no Camping World Stadium.

Apesar da alegria de marcar diante dos pentacampeões mundiais, Marcelin não escondeu a frustração com o placar: “Para ser honesto, seria muito melhor perder só por um ou dois gols”.

Como consolo, o meia pode se contentar em ser o primeiro jogador do Haiti a marcar um gol sobre o Brasil. Até então, as duas seleções haviam se encontrado em dois amistosos. Em 1974, os brasileiros venceram por 4 a 0 e, em 2004, pelo placar de 6 a 0.

Essa foi a segunda derrota do Haiti na Copa América. Com isso, a equipe não tem mais chances de se classificar no grupo B. O atleta de 29 anos se mostrou conformado com a eliminação e deu uma mensagem de otimismo aos compatriotas.

“Eu agradeço ao povo haitiano. Milhares deles viajaram para comparecer a este importante jogo. É a prova de que eles reconhecem o sacrifício que fazemos na seleção. Peço a eles que tenham paciência, tudo vai melhorar”, concluiu.

Os caribenhos encerrarão sua participação no grupo B no domingo (12), contra o Equador, no MetLife Stadium de East Rutherford.

No mesmo dia, o Brasil vai encarar os peruanos em Foxborough.