Espanha aposta em nova geração de olho no tri da Eurocopa

Foto: Divulgação / RFEF

Campeã mundial em 2010, a Espanha de Vicente del Bosque também levou o título nas duas edições anteriores da Eurocopa (2008 e 2012) e agora volta renovada.

LEIA MAIS:
Espanha é a seleção mais cara da Euro 2016; veja as mais valiosas
Espanha x Geórgia: assista ao gol da derrota da Fúria

Apesar das conquistas, a história recente assusta os espanhóis. Eliminada na primeira fase da Copa do Mundo de 2014, a Espanha venceu apenas dois dos últimos cinco jogos de preparação para a Eurocopa.

Em março, contra seleções que disputam o torneio europeu, o time de Vicente del Bosque empatou duas vezes (1 a 1 com a Itália e 0 a 0 com a Romênia). Na sequência, mais três partidas: venceu a Bósnia por 3 a 1, com gols de Nolito (2) e Pedro, e no início do mês goleou a Coreia do Sul por 6 a 1 mas perdeu em Madrid para a Geórgia por 1 a 0.

Dentre os 23 convocados por Vicente del Bosque, apenas oito foram campeões na África do Sul em 2010 – Casillas, Sergio Ramos, Jordi Alba, Busquets, Iniesta, David Silva, Fabregas e Pedro.

Sendo assim, nomes como Javi Martínez, Juan Mata, Diego Costa e Fernando Torres estão fora da lista.

OS 23 CONVOCADOS DA ESPANHA:
GOLEIROS – Iker Casillas (Porto), David De Gea (Manchester United), Sergio Rico (Sevilla)

DEFENSORES – Gerard Piqué (Barcelona), Marc Bartra (Barcelona), Sergio Ramos (Real Madrid), Héctor Bellerín (Arsenal), Juanfran (Atlético de Madri), Mikel San José (Athletic de Bilbao), Cesar Azpilicueta (Chelsea), Jordi Alba (Barcelona)

MEIO-CAMPISTAS – Sergio Busquets (Barcelona), Bruno Soriano (Villareal), Andres Iniesta (Barcelona), David Silva (Manchester City), Thiago Alcântara (Bayern de Munique), Cesc Fabregas (Chelsea), Koke (Atlético de Madri)

ATACANTES – Pedro Rodríguez (Chelsea), Aritz Aduriz (Athletic de Bilbao), Nolito (Celta), Albaro Morata (Juventus) e Lucas Vázquez (Real Madrid)