Argel comemora vitória, mas alerta: “jogador não é máquina”

Inter
Ricardo Duarte / Internacional

Treinador colorado defendeu seus jogadores por terem “tirado o pé” após fazer dois gols logo no início da partida diante do América-MG, no Beira-Rio. Argel Fucks ressalta melhora do Coelho, mas celebra “justiça” no resultado final da vitória do Inter, por 3-1, que dorme na liderança.

LEIA MAIS
Conheça Paula Suarez, suposto novo affair de Cristiano Ronaldo
Mercado da bola: imprensa italiana crava Nico López no Inter

O Inter derrotou o América-MG na tarde do último sábado por 3-1, no Beira-Rio. Quem assistiu os minutos iniciais da partida podia esperar um jogo tranquilo, até mesmo com goleada para os gaúchos. No entanto, os dois gols em menos de 10 minutos “enganaram” a torcida, uma vez que o colorado “tirou o pé”, levou um gol no fim do primeiro tempo e ainda passou certo sufoco antes de ampliar o placar.

Na visão do técnico do Inter, a oscilação do time é algo natural, principalmente após fazer dois gols seguidos no começo do jogo. “Fizemos 2 a 0 com 10 minutos, mas depois tiramos o pé, e o adversário se colocou na partida. Jogador não é máquina. Qualquer jogador que faz dois gols tira o pé. Jogador não é máquina. A partir do 2 a 1, às vezes não dá para controlar o jogo, mas a maior parte, a gente controlou. O resultado é justiça”, comentou Argel.

O treinador colorado ainda explicou que o time poderia até ter feito mais gols, porém a qualidade do adversário não permitiu. Além disso, fez questão de elogiar seus jogadores, em especial o zagueiro Ernando.

“Fizemos uma boa partida, contra um adversário de qualidade, que é campeão mineiro, ganhou do Cruzeiro na semifinal e do Atlético-MG, na final. Está há quatro anos jogando junto, acabou de mudar o treinador, então tem motivação maior. Na volta do segundo tempo, a equipe conseguiu trabalhar a bola, controlar a partida. Buscamos o terceiro e fomos atrás do quarto. Fiquei muito feliz que o Ernando fez o gol. Fica contente quando um zagueiro nosso faz o gol. Poderíamos ter feito o 4 a 1 com Vitinho. O mais importante é voltar a vencer dentro de casa”, finalizou.

Na próxima rodada, o Inter recebe o Atlético-MG no Beira-Rio, na quinta-feira, dia 16, a partir das 19h30. Atualmente líder do Brasileirão, o colorado defende a posição em jogo válido pela oitava rodada do torneio nacional.

Foto: Ricardo Duarte / Internacional