Escalado na seleção do ostracismo, zagueiro brasileiro ignora críticas e sonha com Olimpíada

Foto: Reprodução / Facebook

O zagueiro Dória é uma das maiores promessas do futebol brasileiro. Revelado pelo Botafogo, o zagueiro tem passagens por Olympique Marseille e São Paulo e hoje está no Granada-ESP, onde não tem muitas chances. Mas isso não o faz desistir e tem como foco atuar nos Jogos Olímpicos Rio 2016 em agosto próximo.

O jogador falou sobre como é atuar no futebol europeu, como foi enfrentar alguns dos maiores jogadores do mundo e como encara essa situação de jogar pouco no clube espanhol.

Confira a entrevista exclusiva que o Torcedores.com fez com o zagueiro:

TORCEDORES.COM: Dória, qual foi a sensação de vestir a camisa da seleção brasileira principal?
DÓRIA: Foi emocionante. A realização de um sonho desde criança.

TORCEDORES.COM: Como é jogar na Europa? Você demorou a se adequar ao continente?
DÓRIA: É um futebol diferente do estilo do Brasil. Tem que ter calma para se adaptar à metodologia dos times europeus, mas hoje já me sinto à vontade, dentro e fora de campo.

TORCEDORES.COM: Em qual lugar da Europa você gostaria de jogar? Na Premier League, Bundesliga?
DÓRIA: Todos esses são grandes campeonatos. Hoje jogo o Campeonato Espanhol que sem dúvidas é um dos principais do mundo.

TORCEDORES.COM: No início do ano um possível interesse do Sporting-POR surgiu na mídia. Você chegou a ser procurado? Se de fato houvesse alguma proposta, você aceitaria?
DÓRIA: Nunca soube de nada oficial do Sporting-POR. Não gosto de falar sobre especulações.

TORCEDORES.COM: Na época você gostaria de ter ficado no Botafogo?
DÓRIA: Acho que tudo tem o seu momento. Fiquei no Botafogo o tempo que tinha que ficar. Honrei a camisa do clube da melhor maneira possível. Conquistei títulos. Até que apareceu a oportunidade de ir para um grande clube da França (Olympique de Marselha) numa negociação boa para todos os lados.

TORCEDORES.COM: Foi durante a sua passagem pelo Botafogo que o time carioca fez as suas últimas boas campanhas. Após sua saída, aquele elenco se desmanchou e o clube acabou até sendo rebaixado. Como você, de fora, analisa a situação?
DÓRIA: Difícil opinar agora que não estou no clube. O mais importante é que o Botafogo está de volta à elite e encontrando o melhor caminho para voltar a vencer e dar alegrias aos torcedores.

TORCEDORES.COM: Conte como foi a experiência de jogar o Campeonato Francês e Espanhol e jogar contra craques como Neymar, Cristiano Ronaldo e Zlatan Ibrahimović.
DÓRIA: Foram momentos profissionais marcantes. Ambas as situações serviram para eu adquirir ainda mais experiência e bagagem. Jogar contra craques desse nível exige que você esteja ainda mais bem preparado. E foi isso que busquei fazer.

Foto: Reprodução / Facebook
Foto: Reprodução / Facebook

TORCEDORES.COM: Esse ano é ano de Olimpíada. Você tem esperança de que ainda pode ser convocado?
DÓRIA: Tenho esperança e estou pronto para se ela (convocação) acontecer. Já estou de férias no Brasil, mas estou treinando todos os dias.

TORCEDORES.COM: Você está em um pequeno clube de um grande mercado europeu e sem receber oportunidades. Como você se sente com isso, ainda mais sabendo que isso te afasta da Seleção Brasileira?
DÓRIA: Não venho jogando seguidamente, mas sigo em alto nível nos treinamentos. Sigo focado pensando nos Jogos Olímpicos e pronto.

TORCEDORES.COM: Recentemente o jornal espanhol “Marca” divulgou uma espécie de “Seleção do Ostracismo”, com jogadores que menos receberam oportunidades em seus clubes, e seu nome estava na lista. Como você se sente estando em uma lista que podemos considerar “negativa” do futebol europeu?
DÓRIA: Acho que faz parte. Não me senti ofendido e isso não me abalou em nada. O mais importante é que estou com 100% da minha forma física e técnica, e com a cabeça boa.

TORCEDORES.COM: Se você tivesse que deixar a Europa agora e retornar para um dos clubes que você atuou no Brasil (Botafogo ou São Paulo), qual você escolheria e por que?
DÓRIA: Tenho um carinho muito grande pelos dois clubes. Se um dia tivesse que passar por essa situação, qualquer um dos dois seria ótimo.

TORCEDORES.COM: Deixe um recado para os leitores do Torcedores.com!
DÓRIA: Um grande abraço pra galera do Torcedores.com! Curtam o site e acompanhem grandes matérias!

 

Curtiu essa matéria? Siga o autor no Twitter: Lucas Nunes – @LNJorn

Colaborou com a matéria e entrevista: Cleyson Kelson – Twitter: @ocleyson_show



Lucas Nunes é um jornalista carioca apaixonado por esportes. Apesar de trabalhar em outros ramos da comunicação atualmente, planeja trilhar carreira no jornalismo esportivo, já que ama, em suma, o futebol, o automobilismo e o MMA.