Você viu? Jogadores do Santos ‘invadem’ premiação e aplaudem Osasco Audax

Ivan Storti/ Santos FC

O título paulista não veio, é verdade, mas certamente o modesto Osasco Audax de 2016 será lembrado por muitos e muitos anos pela forma que se propôs a jogar, sem dar chutões e apostando no toque de bola, filosofia do técnico Fernando Diniz. Prova disso foi o reconhecimento dos jogadores do Santos, que quebraram o protocolo da premiação, do último domingo, e aplaudiram os atletas do Audax que recebiam o troféu de vice-campeão.

LEIA TAMBÉM:
Via Twitter, Santos provoca Palmeiras citando Ricardo Oliveira: “façam mais máscaras”
Santos campeão: Torcida comemora e tira sarro dos rivais na web

Apesar da derrota para o Peixe na decisão, o Osasco Audax fez uma campanha digna de elogios – bateu o Palmeiras na fase de grupos, e ainda eliminou São Paulo e Corinthians na fase mata-mata. Praticamente toda comissão técnica do Santos valorizou demais o esforço dos jogadores do Audax, que dominou boa parte da partida em plena Vila Belmiro.

O técnico Dorival Júnior afirmou que o time de Fernando Diniz envolveu o Santos. “Foi o primeiro momento dessas 30 partidas que estou aqui que uma equipe nos envolveu na Vila. Difícil de se marcar, de proposta definida”, disse o treinador.

“Fomos humildes, demos um passo atrás, marcamos, erramos, sim, nossa transição, contra-ataques, conseguimos encaixar apenas aquele contra-ataque do gol. Sofremos, tem que aprender a sofrer para que de repente alcance. O Audax teve tudo isso, foi finalista por isso”, completou Dorival.

Autor do gol do título, o atacante Ricardo Oliveira também não poupou elogios. “Todo mundo se encantou com esse time esse ano. Eles chegaram na final com méritos, se fossem campeões não seria injustiça nem surpresa. Temos que aplaudir esse time”.



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.