Tite defende André após pênalti perdido e cita ídolo do Palmeiras

Reprodução/ Facebook oficial Corinthians

O pênalti desperdiçado por André na eliminação do Corinthians na Libertadores continua dando o que falar. O técnico Tite voltou a defender o atacante e disse ser injusto comparar a batida dele com a de Pato nas quartas de final da Copa do Brasil de 2013 e com a de Matheus Pereira na final da Copinha de 2016. O comandante vê o estilo de cobrança do camisa 9 parecido com o de Evair, ídolo do Palmeiras na década de 90.

LEIA MAIS:
5 reservas que podem render mais que os titulares no Corinthians 
Análise: por que o Corinthians é forte em casa nos pontos corridos e não no mata-mata? 

“Ninguém, de sã consciência, pode comparar batidas de pênaltis do Pato, do Matheus, com a do André. Foram totalmente diferentes da batida dele. Quer ver? Olha a batida contra o Audax. Ele fez o gol, é injusto. Não vamos ser oportunistas. É a forma que ele treina pênalti, parecida com o que Evair fazia. Análise técnica do movimento”, disse Tite durante entrevista coletiva nesta sexta-feira.

Com a eliminação no Paulistão e na Copa Libertadores no primeiro semestre, Tite evitou falar em títulos na sequência da temporada.

“Qual o nosso objetivo agora? Final da Copa do Brasil, objetivo real, e classificar na Libertadores pelo Brasileiro. Essas são as nossas metas. Sonhamos com o título, claro, mas objetivo real é esse”, afirmou.

O Corinthians volta a campo no próximo dia 15 de abril, contra o Grêmio, na Arena Corinthians, pela estreia do Brasileirão.

 

 



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)