Time de escola de samba arranja parceria para disputa de competição

Crédito da foto: Divulgação/Esporte Clube Vai-Vai

Vindo da escola de samba tradicional Vai-Vai, a agremiação também migrará para o futebol. Envolvido na inédita Taça Paulista, organizada pela LFP (Liga de Futebol Paulista), o time corre contra o tempo para arranjar parcerias para por a equipe em campo diante do Concórdia Poá, no dia 4, na estreia do torneio, em Guararema. A Bio Vida, empresa do ramo de plano de saúde, assinou parceria com os paulistanos nesta semana.

VEJA MAIS
ESCOLA DE SAMBA VAI-VAI, DE SÃO PAULO, TERÁ TIME EM NOVA LIGA DE CLUBES
LIGA LANÇA CAMPEONATO ATÉ COM REGRA PARA COBRAR LATERAL “COM AS MÃOS OU PÉS”

“Nossa expectativa é de mostrar um grande trabalho, apresentar uma equipe competitiva e disputar o título da Taça Paulista. A ideia de profissionalizar a equipe já era estudada há algum tempo, mas a partir do convite para fazer parte da liga, ele logo ganhou corpo e foi de encontro com as nossas ambições de ter um time de futebol profissional”, disse o diretor-executivo de futebol Gleison Pego.

Retorno aos campos

Historicamente, a Vai-Vai marca em 2016 seu retorno aos campos. Em 1930, a escola do bairro do Bixiga, região central de São Paulo, foi fundada após uma briga entre integrantes da Cai-Cai, equipe de futebol varzeano que tinha um grupo carnavalesco e que também possuía as cores preta e branca, as mesmas da atual agremiação.

No Carnaval, há casos contrários da Vai-Vai. Torcidas organizadas ligadas a clubes de futebol estão filiados à Liga de Escolas de Samba de São Paulo e disputam os desfiles paulistanos. Palmeiras (Mancha Verde e TUP), São Paulo (Independente Tricolor e Dragões da Real), Corinthians (Gaviões da Fiel, Camisa 12 e Pavilhão 9 – esta como bloco carnavalesco) e Santos (Torcida Jovem) possuem escolas de samba.

Liga de Futebol Paulista

Para 2016, a Taça Paulista selecionará os 20 clubes para formar a Primeira Divisão do campeonato em 2017. A LFP espera contar com 40 equipes filiadas para que se tenha uma Segunda Divisão com mais 20 agremiações a partir do ano que vem. Os times que disputarem apenas os torneios das categorias de base este ano participarão do profissional na próxima temporada.

Alguns clubes tradicionais do Estado foram redescobertos graças ao surgimento dessa nova entidade, paralela à FPF (Federação Paulista de Futebol), que resgatou Grêmio Sãocarlense, Corinthians de Presidente Prudente, Associação Desportiva Araraquara (ADA), Jaboticabal Atlético Clube, Jalesense, Nevense, Paulistinha, e outros que esperam recuperar o prestígio, assim como a presença de novos filiados que buscam fazer parte deste projeto.



Jornalista desde 2012, com passagens pelos jornais ABCD Maior e Diário do Grande ABC, além do canal NET Cidade. Atualmente como repórter colaborador no site Torcedores.com.