STJD mantém pena de Romero, que desfalcará Cruzeiro por mais 3 jogos

Lucas Romero
Divulgação/Site Oficial do Cruzeiro

O Cruzeiro tentou um efeito suspensivo para que Romero, expulso na primeira partida do Brasileirão, pudesse atuar contra o América-MG.

LEIA MAIS:
LUCAS ROMERO DÁ “PISÃO”EM ADVERSÁRIO E REVOLTA TORCEDORES; ASSISTA
LUCAS ROMERO PEDE DESCULPAS POR EXPULSÃO CONTRA O CORITIBA

A diretoria do Cruzeiro até tentou reverter a suspensão imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) ao meia Lucas Romero, que foi condenado a quatro jogos de suspensão após ter pisado nas costas do venezuelano César Gonázles, do Coritiba, em partida válida pela primeira rodada do Brasileirão.

O relator do recurso, Ronaldo Piacente, revogou o efeito suspensivo por entender que “a decisão poderia causar prejuízos irreparáveis caso o jogador fosse absolvido ou advertido pelo Pleno do STJD do Futebol”.

Romero já cumpriu uma partida da suspensão imposta pelo STJD em partida contra o Figueirense. Agora, o volante ficará de fora também das partidas contra América-MG — neste sábado — Botafogo e São Paulo, na sequência da competição. Segundo informações da ESPN, a partida contra o Santa Cruz, não foi computada para a punição, pois a pena só pode ser cumprida a partir do dia seguinte do julgamento.

Desta forma,  o meia da Raposa só voltará a ficar à disposição do técnico Paulo Bento para o confronto diante do Atlético-MG, no dia 12 de junho, pela 7a rodada do Brasileirão.

Divulgação/Site Oficial do Cruzeiro