PM faz São Paulo fechar bilheterias ao meio-dia e revolta torcedores, que ficam sem ingresso

Crédito da foto: Igor Amorim / saopaulofc.net

Uma polêmica marcou o pré-jogo entre São Paulo x Palmeiras no Estádio do Morumbi, válido pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, neste domingo (29). A Polícia Militar solicitou que as bilheterias do local fossem fechadas ao meio-dia, quatro horas antes do início do Choque-Rei.

VEJA MAIS
SÃO PAULO X PALMEIRAS: ASSISTA AOS GOLS DO CLÁSSICO PAULISTA
SÃO PAULO X PALMEIRAS: VEJA A ESCALAÇÃO OFICIAL DO TRICOLOR PARA O CHOQUE-REI
SÃO PAULO X PALMEIRAS: SAIBA COMO ASSISTIR AO JOGO AO VIVO NA TV

A decisão frustrou torcedores que chegaram após o horário para comprar entradas para o duelo entre times paulistas. Alguns reclamaram que o encerramento das vendas não foi divulgada pela PM, enquanto outras lamentaram a falha de organização para o clássico, que contou com torcida única, a do Tricolor, já que é o mandante do confronto.

A medida foi imposta pela FPF (Federação Paulista de Futebol) neste ano após a morte de uma pessoa antes de Corinthians x Palmeiras, pela fase de grupos do Paulistão.

Antes do jogo, apenas 11 mil ingressos foram vendidos de forma antecipada, segundo informou o São Paulo, o que deve fazer o público ser bem aquém do que o tamanho de um Choque-Rei costuma registrar historicamente.



Jornalista desde 2012, com passagens pelos jornais ABCD Maior e Diário do Grande ABC, além do canal NET Cidade. Atualmente como repórter colaborador no site Torcedores.com.