Palmeiras corre atrás de documentação para deixar Gabriel Jesus disponível para a seleção

Palmeiras
Foto: Divulgação/CBF

O Palmeiras corre atrás da documentação necessária para que Gabriel Jesus possa viajar aos Estados Unidos e integrar o grupo da seleção brasileira na Copa América Centenário, caso seja confirmado o corte do meia Rafinha Alcântara e o atacante do Verdão seja chamado.

LEIA MAIS:

MERCADO DA BOLA 2016: BOCA JUNIORS TEM INTERESSE EM ATACANTE DO VERDÃO
TÉCNICO DA ITÁLIA CRITICA MLS PARA EXPLICAR AUSÊNCIAS DE PIRLO E GIOVINCO NA EURO
MERCADO DA BOLA: VEJA A “SELEÇÃO MUNDIAL” DE ATLETAS QUE FICAM SEM CONTRATO EM JUNHO DE 2016
MERCADO DA BOLA 2016: VERDÃO CONTRATA GOLEIRO DO SÃO BERNARDO
CONTRA ASSÉDIO, VERDÃO AUMENTA MULTA DE JOIA PARA R$ 100 MILHÕES
CHOQUE-REI: ALECSANDRO REVELA PROMESSA PARA FILHO E MAICON DIZ QUE NÃO O DEIXARÁ CUMPRIR

Durante a coletiva de imprensa da seleção brasileira, neste sábado (28), nos Estados Unidos, o técnico Dunga criticou a organização do futebol brasileiro citando que um jogador não foi convocado por falta de documentação para viajar ao país norte-americano. De acordo com o “Globoesporte.com“, o jogador em questão é Gabriel Jesus, do Palmeiras.

Na última quinta-feira, o atacante Douglas Costa foi cortado do grupo brasileiro devido a dores musculares, para o seu lugar Dunga convocou Kaká, do Orlando City.

A decisão do treinador, porém, segundo o coordenador de seleções Gilmar Rinaldi, era chamar o jogador do Palmeiras, que deve também estar entre os convocados para a disputa das Olimpíadas, em agosto, no Rio de Janeiro.

Porém, Jesus pode ter nova chance de disputar a Copa América caso Rafinha Alcãntara, do Barcelona, seja cortado devido a uma lesão muscular – ele já está vetado do amistoso deste domingo, contra o Panamá.

“É uma situação delicada, ele está em observação. Estamos fazendo todo o esforço possível para manter o Rafinha, mas vai depender da evolução da lesão nos próximos dias”, explicou Dunga.

A assessoria de imprensa do Palmeiras confirmou ao Torcedores.com que o jogador de 19 anos não tinha visto para viajar aos Estados Unidos e que o documento ficará pronto na próxima terça-feira – ficaria pronto na segunda-feira, mas dia 30 é feriado nos Estados Unidos (Memorial Day). Desta forma, ele estará liberado para se integrar ao elenco brasileiro caso seja mesmo convocado.