Opinião: Guilherme, enfim, se encaixou no Corinthians

Guilherme
Foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

O Corinthians se recuperou de um primeiro tempo ruim, bateu o Sport (2 a 0) na manhã deste domingo, na Ilha do Retiro, e assumiu provisoriamente a vice-liderança do Brasileirão, com sete pontos ganhos. O meia Guilherme voltou a ser o grande destaque corintiano como armador mais avançado, dando assistência e bons lançamentos para os companheiros.

LEIA MAIS:
Autor de golaço, Marquinhos Gabriel critica jogo às 11h: “desumano” 
Sport 0 x 2 Corinthians: veja os belos gols de Lucca e Marquinhos Gabriel 

Preocupado com o forte calor e a umidade matinal, o Corinthians teve proposta cautelosa no 1º tempo. Não exerceu marcação agressiva na saída de bola adversária e chegou pouco ao ataque. A equipe preferiu tocar a bola no campo de defesa. Por outro lado, o Sport foi muito mais incisivo na frente e teve três chances claras para abrir o placar. Walter fez duas grandes defesas em finalizações de Serginho e Diego Souza. O estreante Edmílson carimbou a trave.

O Timão chegou apenas uma vez com perigo. Guilherme deu lançamento espetacular para Marquinhos Gabriel, que de frente para o gol, chutou nas mãos do goleiro Magrão. Foi assustador o número de passes errados na etapa inicial: 61, sendo 22 do alvinegro, de acordo com o Footstats. O Timão foi para o intervalo no lucro com o 0 a 0.

O Corinthians voltou melhor para o segundo tempo. Agrediu mais o adversário e aproveitou-se do desgaste físico do rival que correu demais na etapa anterior e não conseguiu traduzir a superioridade em gols. Após assistência de letra de Guilherme, Marquinhos Gabriel, dentro da área, perdeu mais uma chance clara para marcar. O goleiro Magrão espalmou. O time cresceu a partir da entrada de Lucca, aos 16 minutos, na vaga do apagado Luciano. Aos 24 minutos, o atacante que saiu do banco de reservas surgiu dentro da área e após cruzamento de Giovanni Augusto mandou de cabeça para o gol.

Em busca desesperadamente pelo empate, o Sport se lançou todo ao ataque e acabou deixando muitos espaços para o Corinthians. Em um deles, Bruno Henrique puxou contra-ataque, a bola sobrou para Guilherme, que acionou Marquinhos Gabriel na esquerda. O meia disparou um chutaço cruzado sem chance de defesa para Magrão, assim definindo a importante vitória alvinegra aos 33. Nos minutos finais, Rodney Wallace quase jogou contra o próprio patrimônio.

A vitória corintiana acabou sendo justa. O Timão fez um ótimo segundo tempo. O fato é que o esquema 4-2-3-1 adotado a partir da vitória sobre a Ponte Preta (3 a 0), na última quinta-feira, deu mais estabilidade ao time.

O meia Guilherme, pela terceira vez seguida, voltou a fazer uma boa partida se mexendo bastante e dando bons lançamentos. Parece, enfim, ter se encaixado na equipe após um início ruim.

 



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)