Opinião: Esperando jogo tenso, Delamore se sai bem em primeiro teste

Washington Alves/ LightPress

O técnico do Cruzeiro na noite desta quinta-feira (5), o interino Geraldo Delamore, não causou grandes impressões e até despertou a desconfiança de parte dos torcedores ao escalar o contestável Allano, dissabor da torcida cruzeirense.

Leia mais

Cruzeiro x Campinense: Confira os gols da partida

Entretanto, as substituições foram relativamente boas, levando em conta as peças de reposição que Delamore tinha. Ao entrar no lugar de Arrascaeta, que saiu desacordado de campo, Pisano fez boas jogadas, inclusive uma de perigo ao sair em contra-ataque com o gol adversário sem o goleiro Gledson.

O treinador momentâneo ainda disse que esperava uma partida difícil, se lembrando até mesmo de quando esteve no Corinthians, na época do Mundial de Clubes FIFA, em 2012.

“Vou contar uma história para vocês: em dezembro de 2012, fomos disputar o Mundial, em Yokohama, com o Corinthians, e jogamos com o Al-Ahly, do Egito. Um time de potencial menor que o nosso, financeiro e técnico. Vencemos por 1 a 0 e levamos totó deles. Depois fomos campeões mundiais ao bater o Chelsea na final, por 1 a 0. Esses jogos (contra equipes menores) trazem um componente emocional muito forte. Aliado a isso, tem o fato de estarmos em um momento de transição do clube. O componente emocional pesou muito neste jogo.”

Levando em consideração as peças que Delamore tinha, o interino conseguiu um bom resultado com a equipe do Cruzeiro. Agora, nos jogos de terça e sábado da semana que vem, o treinador aguarda a diretoria, que pode anunciar a qualquer momento o nome do novo comandante da Raposa.

Crédito da imagem: Divulgação/ Washington Alves/ LightPress



Estudante de jornalismo no Uni-BH, futura jornalista esportiva e estagiária do jornal Hoje Em Dia. Torcedora do Maior de Minas.