Mustafá foi solução para resolver “trégua” entre Palmeiras e Crefisa; entenda

Palmeiras
Reprodução / Facebook

Nesta segunda-feira, Palmeiras e Crefisa colocaram ponto final às indefinições ligadas ao aditivo do novo contrato com o pagamento de R$ 19,5 milhões feito pela patrocinadora máster do Verdão. A quantia será usada para pagar o presidente Paulo Nobre, que emprestou dinheiro ao clube nesse começo de 2016. O que pouca gente deve saber, todavia, é que a “trégua” entre ambas as partes foi costurada pelo ex-presidente Mustafá Contursi, segundo informou o jornal Folha de S. Paulo.

LEIA TAMBÉM:
Entenda por que começar bem é o segredo para o Palmeiras conquistar 9º título brasileiro

Conheça o novo estatuto do Palmeiras que ainda será votado em 2016
Mercado da bola: meia e zagueiro na mira! veja as novidades nas negociações do Palmeiras

Contursi é figura tarimbada do clube alviverde, já que foi cartola máximo do Palmeiras entre 1993 e 2005, período em que fechou parceria vencedora com a Parmalat, conquistou a Libertadores, mas ao mesmo tempo amargou o primeiro de dois rebaixamentos para a Série B do Campeonato Brasileiro.

De acordo com reportagem, Mustafá, 75 anos, foi importante apaziguador na relação entre Palmeiras e seu principal parceiro por ser amigo de longa data de José Roberto Lamacchia, dono da Crefisa. O ex-presidente do Verdão teria se encontrado algumas vezes com o empresário para tentar colocar “panos quentes” e negociar o pagamento do patrocínio, que ficou suspenso por três meses.

Além disso, Mustafá teria se encontrado três vezes também na sede da Faculdade das Américas (FAM), outra empresa de Lamacchia, para finalizar o assunto de forma positiva para o Verdão. Pela amizade de muitos anos, o proprietário da Crefisa se sentiria mais à vontade para conversar com Contursi sobre assuntos mais delicados.

Vale citar que, mesmo após sair da presidência do Verdão, Mustafá continua sendo um dos políticos mais influentes do clube. O dirigente é membro do Conselho de Orientação Fiscal (COF) e teria o apoio de muitos integrantes do Conselho Deliberativo do clube. A relação de Contursi com Paulo Nobre é boa, uma vez que o cartola apoiou o atual mandatário nas duas eleições.

Em 2016, a Crefisa anunciou a quantia recorde de R$ 66 milhões ao Palmeiras pela utilização total da marca na camisa (na frente, no número, omoplata e nas mangas), nos calções e meias.



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.