José Mourinho no Manchester United é a prova de que o amor acabou no futebol

Ibra Mourinho
Crédito da foto/ Getty Images

José Mourinho no Manchester United é a prova de que o amor acabou no futebol. Treinador de grande identificação com o Chelsea, o Especial One, como é conhecido na Inglaterra, estava sem clube desde sua saída dos Azuis e, agora, será o comandante dos Red Devils.

LEIA MAIS:
VÍDEO: VASCO CONVOCA TORCIDA PARA LOTAR SÃO JANUÁRIO #VEMPROCALDEIRÃO
JOGADOR DA NBA ACERTA ADVERSÁRIO NAS PARTES BAIXAS E BRINCA: “ELE QUER TER FILHOS”
VÍDEO: JORDI QUASE MARCOU GOL QUE PELÉ NÃO FEZ
NEILTON REVELA O SACRIFÍCIO QUE FEZ PARA DAR A VITÓRIA AO BOTAFOGO
TORCIDA DO VASCO APROVA PARTIDA DE JORDI: “GRANDE ATUAÇÃO”

Cercada de expectativa e polêmica, a chegada do português já era dada como certa ainda quando Van Gaal estava no cargo. Surpresa não foi, porém, isso não deixa de chocar ao vermos, mais uma vez, como o futebol sucumbiu ao mundo dos negócios, mesmo com o Leicester mostrando que isso nem sempre é preponderante.

Mourinho tinha outras propostas ao invés de aceitar o convite do Manchester, mas provavelmente optou por aquela que melhor lhe agradou no bolso, deixando seu coração e de diversos torcedores do Chelsea em segundo plano. Não estou afirmando que ele deveria ficar desempregado aguardando um retorno ao time londrino no futuro, mas daí a ir para um rival local é demais!

Outros gigantes da Europa seriam excelentes oportunidade para dar sequência a carreira vitoriosa de José Mourinho, sem que precisasse ir treinar um rival.

Crédito da foto/ Getty Images