Há exatos 15 anos Ferrari não vence em Mônaco

Crédito da Foto: Divulgação

Foi no dia 27 de maio de 2001 que a escuderia italiana subiu ao lugar mais alto do pódio com Michael Schumacher, seguido por Rubens Barrichello na segunda posição e Eddie Irvine em terceiro. Em uma corrida que tinha as Mc Laren’s de Mika Hakkinen e David Couthard como favoritas, uma falha no computador do carro do escocês abriu espaço para o alemão triunfar com a sua Ferrari.

LEIA MAIS
Niki Lauda dá como certa renovação com Rosberg
Saiba onde assistir o fim de semana “nobre” do automobilismo
Indy 500: As chegadas mais emocionantes

Couthard largaria na pole position, se o software do seu carro não o deixasse parado no grid no momento da volta de apresentação. O escocês, acabou largando dos boxes e deu a vitória de bandeja para Schumacher, que se defendeu bem na largada e disparou rumo a quinta vitória no Principado, igualando Graham Hill.

Mika Hakkinen, tentou acompanhar a Ferrari de Michael, mas com problemas no carro, abandonou logo no início da corrida. Couthard se recuperou durante a prova, mas com o tanque cheio e em um circuito difícil de ultrapassar acbou ficando preso até a volta 43 atrás da Arrows de Enrique Bernoldi, terminando na quinta colocação uma volta atrás do líder.

A Ferrari tem uma relação difícil com Mônaco. Os melhores resultados após a última vitória do alemão, foram os segundos lugares conquistados com Schumacher em 2002, Fernando Alonso em 2011 e Sebastian Vettel em 2015.