Gaviões da Fiel planta uma semente contra o preconceito

Crédito: Meu Timão

Na última quarta-feira (04) tivemos o segundo jogo das oitavas de final da Libertadores, o Corinthians empatou e foi desclassificado do torneio. Perder faz parte do jogo, mas o que ficará para a história sem dúvidas será a campanha feita pela Gaviões da Fiel de acabar de uma vez com a deselegância de gritar “bicha”.

LEIA MAIS

SANTOS X AUDAX: CONFIRA OS RELACIONADOS DO PEIXE PARA A DECISÃO

UFC ROTERDÃ: SAIBA COMO ASSISTIR ÀS LUTAS AO VIVO NA TV

Pela primeira vez em anos vimos o time do povo, de torcedores maloqueiros e sofredores fazerem um espetáculo bonito de se ver e ouvir. Diferente do primeiro jogo da final do Campeonato Paulista em que a jovem torcida do Audax estrondou o volume da tv todas as vezes em que o Vanderlei encostou na bola gritando “bicha”, a torcida do Corinthians atendeu o pedido da Gaviões e não gritou uma vez se quer o grito horroroso.

Você deve estar se perguntando, mas por que deste mi mi mi se vários outros times do mundo as torcidas ofendem o goleiro? Diferente de outros países, o Brasil é o campeão em agressões e assassinatos de homossexuais e mulheres. Nossas estatísticas são alarmantes e essa ação da Gaviões merece ser abraçada por todas as outras torcidas organizadas.

Em se tratando de acontecimentos violentos, rapidamente as notícias tristes percorrem mares e estampam jornais do mundo inteiro.

Nós do Torcedores.com acreditamos num futuro melhor sem preconceito de gênero. Acreditamos também na importância das torcidas organizadas, que esta campanha sirva para unir todas em prol de um bem maior e que essa seja a primeira boa ação de muitas outras.

Confira na íntegra o texto publicado no Onda News.

Esperamos que a final do Paulistão na casa do Santos seja elegante como a da Arena Corinthians. Porque nenhum jogador vai entrar em campo de Louboutin e nenhum torcedor irá fazer sexo na arquibancada.

#VaiCorinthians

#VaiBomSenso



90% poeira estelar e 10% de X Y. Escritora de literatura fantástica, roteirista e amante de esportes americanos.