Opinião: Denis começa a criar problemas no grupo por perder braçadeira

São Paulo
Crédito da foto: Reprodução Facebook Oficial do São Paulo

Se não bastasse o goleiro estar em fase abaixo do aceitável para qualquer goleiro que não seja varzeano, não aceitar críticas, não reconhecer erros, entregar colegas do time em declarações e nunca assumir nada, Denis agora se rebelou.

LEIA MAIS:
NA SUA CARREIRA, BAUZA NUNCA FOI ELIMINADO EM QUARTAS DE FINAL DE LIBERTADORES
RELEMBRE CONFRONTOS ANTERIORES ENTRE ATLÉTICO MINEIRO E SÃO PAULO

Segundo informações de bastidores, após perder a braçadeira de capitão, o goleiro começou a criar mal estar no grupo logo que soube que não seria mais o capitão. Logo ao entrar em campo, em todas as bolas que chegavam à zaga, o goleiro começou a gesticular, bater as mãos andando em direção à área e gritar com todo mundo com fortes movimentos.

Os companheiros de time começaram a comentar que o goleiro era o último que poderia apontar algum tipo de erro de colegas e deixou muita gente irritada no grupo com a postura. Se não bastasse, o goleiro falhou no jogo. O comentário geral em torno de Denis é a insegurança que gera em todos de não poder recuar uma bola, na saída do gol etc. E se não bastasse tudo isso, agora essa postura “jogar para a galera”. Em um grupo, até a chacota “chama gol” pegou.

É notório que ele não dá conta do gol do São Paulo e a situação começa a ficar cada vez pior. Até quando persistirá essa situação?