De 1 a 11: O melhor Corinthians que eu vi jogar

Tevez
Foto : Reprodução

Mesmo tendo nascido há apenas 18 anos atrás, em  1997, acompanho o Corinthians desde muito jovem. Com isso, escolhi uma seleção dos 11 melhores jogadores que vi passar pelo Timão, na formação 3-5-2. Foquei não apenas nos últimos anos, mas também puxei algumas lembranças antigas. Para justificar às minhas escolhas, separei números, grandes atuações ou títulos ganhos pelos craques em sua passagem no clube.

LEIA MAIS:
PRESIDENTE DO CORINTHIANS NEGA BOATO DE AGRESSÃO A ATLETAS E CUTUCA NETO: “MENTIROSO E MALDOSO”
CLIMÃO NA ARENA CORINTHIANS: ENQUANTO DENTINHO É OVACIONADO, ANDRÉ ENTRA VAIADO

Cássio: Uma posição que causa dor de cabeça a corintianos há anos, Apesar de viver altos e baixos com a fiel, o goleiro brilhou em momentos importantes. Em vários anos de Corinthians, Cássio foi muito importante para a conquista da primeira Libertadores da história do timão. Nenhum torcedor esquecerá a defesa nas quartas contra o Vasco. Porém, o grande feito do jogador foi a final do Mundial de Clubes 2012, onde ele acabou sendo eleito melhor jogador da decisão e  bola de prata da competição.

Leandro Castán: Campeão brasileiro em 2011 e campeão da Libertadores em 2012, o zagueiro mostrou muita raça em seus x anos de Corinthians. Com atuações seguras e cheias de vontade, Castán sempre foi o destaque da zaga enquanto defendia o Timão, apesar de ter tido Chicão ou Paulo André como parceiros, outros ótimos zagueiros.

Gil: Mesmo tendo a raça necessária para jogar no Corinthians, o zagueiro impressionou pela técnica. Formando a dupla com o mesmo Paulo André ou com Felipe, Gil foi fundamental na campanha vitoriosa do Campeonato Brasileiro 2015, onde o Timão teve a melhor defesa.

William: O capita, como era chamado pelos torcedores, foi um dos pilares da zaga do Corinthians por x anos. Marcou época ao lado de Chicão, assim como fez Leandro Castán. O camisa 4 levantou as taças do Campeonaro Paulista e da Copa do Brasil, ambos em 2009.

Jorge Henrique: Um dos xodós da fiel, Jorge Henrique, sempre foi um coringa no Timão, atuando em diversas posições, principalmente pelo lado do campo. Nos  anos atuando pelo clube, o baixinho de 1,2342 venceu tudo com a camisa do Corinthians, sendo muito  importante nas finais da copa deo Brasil 2009, marcando na ida e na volta.

Elias: Assim como Paulinho, o volante Elias também se destacou por belas atuações ofensivas e defensivas. Em suas duas passagens pelo timão, a primeira de 2007 à 2009 e a segunda de 2014 até hoje, o camisa 7 venceu Paulistão, Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro 2015.

Paulinho: Um volante consistente que impressionava tanto ofensivimente como defensivamente. Paulinho foi campeão de quase tudo com o Corinthians. Venceu  o Brasileirão, o Paulistão, a Libertadores e o Mundial de Clubes. Em vários anos de Corinthians, formou uma dupla histórica com o volante Ralf, e, marcou gols decisivos em todas as competições.

Douglas: Um verdadeiro maestro dentro de campo, o Doga foi decisivo na “virada” do Corinthians, após a queda para a Série B do Brasileirão. Em sua primeira passagem pelo clube, venceu Copa do Brasil, Brasileirão Série B e Paulistão. Na segunda, esteve nos elencos campeões da Libertadores e do Mundial.

Fabio Santos: Muitas vezes criticado pela torcida, o lateral foi importante em diversos títulos, como Mundial, Libertadores e duas vezes o Brasileirão.

Ronaldo: O Fenomeno é considerado um dos melhores jogadores da história do futebol,  mas chegou ao Corinthians ao final de sua carreira. Mesmo tendo desapontado em seu último ato antes de se aposentar, na  pré-libertadores contra o Tolima, Ronaldo jogou muita bola vestindo a 9 do Timão. Muitas vezes criticado por estar acima do peso, acabou campeão da Copa do Brasil e do Campeonato Paulista, brilhando nas decisões das duas competiações.

Tevez: Um dos jogadores mais queridos pela fiel nos últimos anos, Carlitos Tevez foi tão decisivo quanto polêmico. O argentino foi essêncial na conquista do Campeonato Brasileiro 2005 e no eterno 7×1 contra o Santos, na mesma competição.



Apaixonado por futebol, futebol americano, tênis, F1, mma e boxe.