Conheça o Independiente Del Valle, a grande surpresa da Libertadores

Crédito da foto: Facebook Oficial do Independiente Del Valle

O Independiente Del Valle é um clube que apesar de ter 58 anos de história, começou a chamar a atenção recentemente, tanto dentro do Equador, como fora do país, ao eliminar o atual campeão da Libertadores, o River Plate, e chegar de forma inédita às quartas de final da principal competição sul americana.

LEIA MAIS:
IMPRENSA ARGENTINA DESTACA “AUTORIDADE” DO CENTRAL CONTRA GRÊMIO
OPINIÃO: SÃO PAULO PERDE PARA O TOLUCA, MAS SEGUE VIVO NA LIBERTADORES
LIÇÕES QUE O TÉCNICO TITE PODE TIRAR DAS 5 ELIMINAÇÕES EM CASA

Fundado em 1958, o Independente Del Valle estreou na primeira divisão do Campeonato Equatoriano em 2010. Desde então, os “Negriazules”, como são conhecidos no Equador, permaneceram na primeira divisão, e em 2013 conseguiu a sua melhor colocação no campeonato nacional: foi vice-campeão, e com isso, assegurou o seu direito de participar pela primeira vez da Libertadores da América.

Na sua primeira participação na competição sul americana, o Independiente não passou da fase de grupo. Os Negriazules também participaram da Libertadores do ano passado, mas foram eliminados na fase eliminatória pelo Estudiantes da Argentina. Este ano, pela terceira consecutiva a equipe equatoriana conseguiu sua vaga na Libertadores, e desta vez, não decepcionou seus torcedores.

Na fase preliminar, que antecede a fase de grupos, o Independiente teve que encarar a grande surpresa da Libertadores do ano passado: o Guaraní do Paraguai, e passou para a próxima fase graças o gol fora de casa (venceu em casa por 1 a 0 e perdeu no Paraguai por 2 a 1). Na fase de grupo, fez parte do Grupo 05, que tinha Atlético Mineiro, Colo Colo e Melgar, e surpreendeu a todos na última rodada quando segurou um empate em Santiago contra o Colo Colo e garantiu a segunda posição do grupo, eliminando o time chileno. Nos seis jogos da fase de grupo, a equipe equatoriana perdeu apenas um jogo, para o Atlético Mineiro no Estádio Independência. Jogando em casa, venceu duas partidas e empatou apenas uma, na estréia contra o Colo Colo.

Nas oitavas, o adversário foi ninguém menos do que um dos principais favoritos ao título: o atual campeão da competição, River Plate da Argentina. A equipe do Independiente Del Valle, que mandou todos os seus jogo no pequeno Estádio Rumiñahui, teve que mudar o local da partida e jogou no Estádio Atahualpa Quito, o que não impediu os equatorianos de derrotarem os argentinos pelo placar de dois a zero. No jogo de volta, na Argentina, o River Plate venceu apenas por 1 a 0 e foi eliminado pela grande surpresa da competição até o momento.

O grande destaque do Independiente Del Valle é o meio campista Junior Sornoza, que é o artilheiro da equipe na Libertadores com cinco gols. O jovem de 22 anos tem feito parte das seleções de base do Equador e chegou a ficar alguns meses no Pachuca, do México, porém retornou ao Independiente este ano para a disputa da Libertadores. Outros destaques do time equatoriano é o atacante José Angulo, os volante Uchuari e Tellechea, além do técnico uruguaio Pablo Repetto, que está no comando da equipe desde setembro de 2012, e tem a total confiança do elenco e da diretoria do clube.

Nas quartas de final da Libertadores, o Independiente vai enfrentar o Pumas do México, dono da segunda melhor campanha da competição na fase de grupos (foi líder do grupo 7 com 15 pontos, e teve como adversários o Deportivo Táchira, o Olímpia e o Emelec). A equipe mexicana enfrentou nas oitavas o Deportivo Táchira, que havia sido o segundo colocado do mesmo grupo no qual o Pumas foi líder. Após ter perdido o primeiro jogo na Venezuela por 1 a 0, o time mexicano venceu em casa por 2 a 0 e garantiu sua classificação. O destaque do Pumas é o atacante argentino Ismael Sosa, que fez seis gols na Libertadores até o momento.

Mesmo sem ter nenhum título nacional em toda sua história, nada impede os Negriazules a sonhar com uma conquista internacional. Na história da Libertadores, apenas duas equipes equatorianas chegaram em finais da competição: o Barcelona de Guayaquil e a LDU. Enquanto o Barcelona foi derrotado nas duas finais que disputou, em 1990 para o Olímpia do Paraguai e em 1998 para o Vasco da Gama, a LDU foi campeã em 2008 contra o Fluminense. O Independiente Del Valle acredita que pode chegar mais longe na principal competição sul americana, e quem vai discordar?