Barça de Messi detona Manchester de CR7 e fatura tri da Champions em 2009; relembre

Crédito da foto: Getty Image

O segundo confronto da história de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi aconteceu, justamente, na final da Liga dos Campeões de 2009 entre Barcelona x Manchester United. Era o duelo da realidade CR7, que era o melhor jogador do futebol mundial de 2008, e, do aspirante a craque máximo do Barcelona, Messi. Nos 90 minutos, o futebol do astro argentino brilhou, a boa marcação dos catalães anulou o português, o time espanhol faturou seu tricampeonato e a história da partida entrou para as 15 melhores finais de Champios League do Torcedores.com.

Leia mais:
PARA MATAR AS SAUDADES! VEJA 20 GOLS INCRÍVEIS DE IBRAHIMOVIC NO PARIS SAINT-GERMAIN
SAN SIRO OU GIUSEPPE MEAZZA? DESCUBRA POR QUE MILAN E INTER UTILIZAM O MESMO ESTÁDIO
PARA MATAR AS SAUDADES! VEJA 20 GOLS INCRÍVEIS DE IBRAHIMOVIC NO PARIS SAINT-GERMAIN

No estádio Olímpico de Roma, o confronto entre Lionel Messi x Cristiano Ronaldo parou o mundo. Durante a partida, o argentino sobrou em campo, demonstrou que era o novo camisa 10 que substituiria Ronaldo Gaúcho a altura, marcou o gol que matou o jogou e transformou o Barça numa das equipes mais temidas do planeta terra. A grande atuação na final da competição europeia lhe rendeu o primeiro troféu de melhor do mundo em 2009.

Do outro lado, Cristiano Ronaldo, além sair derrotado no placar, também perdeu a linha em alguns momentos, abusou de jogadas violentas, foi vaiado pelos torcedores italianos que queriam ver seu bom futebol e perdeu o troféu de melhor da temporada.

MANCHESTER COMEÇA BEM, MAS É ATROPELADO PELOS ESPANHÓIS

Pressionado pela imprensa espanhola a mostrar que havia superado a fase de títulos de Ronaldo Gaúcho, o Barcelona começou o jogo com os nervos à flor da pele. A equipe de Pep Guardiola errava passes bobos de 10 metros de tanto nervosismo. Já os ingleses foram pra cima com Cristiano Ronaldo levando muito perigo nas bolas paradas.

No entanto, a pressão inglesa ruiu logo aos nove minutos de jogo. Na primeira trama de ataque espanhola, Eto’o arrancou pelo lado direito da área, deu um lindo corte em Vidic e bateu de bico. Van der Sar ainda tocou na bola, mas a bola foi parar no fundo da rede. O gol trouxe alivio ao Barça e o bom futebol começou a fluir.

Xavi e Iniesta prenderam os volantes Carrick e Anderson no circulo central e impediu a transição da bola entre defesa e ataque. Giggs não estava em noite inspirada, errou muitos passes e pouco criou. Cristiano Ronaldo começou a buscar a bola no campo defensivo, mas pecava ao tentar driblar todo o time do Barça. O nervosismo mudou para o lado dos ingleses e a bola sofreu nos pés dos Diabos Vermelhos.

A superioridade do Barcelona foi traduzida no gol da vitória aos 24 do segundo tempo. Xavi avançou pela direita, ganhou da marcação de Evra e alçou a bola para Messi. Livre na grande área, La Pulga subiu com estilo e testou no canto oposto de Van der Sar. O belo gol do argentino deu números finais a partida. A pressão do clube inglês parava na bola defesa montada por Piqué e Puyol.

Assista aos gols da partida vencido pelo Barcelona:

 

 



Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.