Análise: Thiago Santos, de titular com Marcelo Oliveira a esquecido por Cuca

(Foto: Cesar Greco / Fotoarena)

Mais um entre tantos jogadores na posição mais povoada do elenco palmeirense, o volante Thiago Santos lutou bravamente para ter suas oportunidades no Palmeiras. Conseguiu até a página 7. Ainda com Marcelo Oliveira, o camisa 21 mostrou muita vontade, consciência tática e foi titular nos primeiros jogos do Verdão na Libertadores da América.

O jogador teve um papel importante e fez boas partidas no começo do ano, deixando jogadores como Arouca e Matheus Sales no banco de reservas. Ex-jogador do América Mineiro, Thiago ganhou a posição e sem questionamentos pela maioria da torcida alviverde. Não marcou nenhum gol, mas foi muito importante no setor defensivo, fazendo a saída de bola do time.

Thiago Santos perdeu a vaga de titular quando Marcelo Oliveira foi demitido. A primeira partida que ele foi titular após Cuca assumir o comando do time foi contra o Água Santa, que o Palestra foi goleado por 4 a 1. De lá para cá, quase não teve chances e deve estar próximo de sair do Verdão.

Vítima de um elenco recheado de bons volantes (Gabriel, Arouca, Matheus Sales, Jean, Rodrigo), Thiago não teve a preferência de Cuca. Apesar de ter sido útil ao Palmeiras, não teria tantas oportunidades novamente. Deve ser emprestado para outra equipe da Série A e ganhar mais experiência e pode voltar em outro momento. A torcida não tem problema com o jogador e caso não surja nenhuma proposta de transferência, Santos ainda deve jogar pelo Palmeiras no futuro.



Jornalista formado pela FIAM FAAM. Apaixonado por futebol independente do país ou divisão. Setorista do Inter e esportes olímpicos. Contato: mohamed.nassif12@hotmail.com