A trajetória do ídolo Dejan Petkovic

Divulgação/Gaspar Nóbrega/VIPCOMM

Nascido em 10 de setembro de 1972, em Majdanpek, na Sérvia, Dejan Petkovic se destacou em times brasileiros e do exterior, e é considerado um dos melhores estrangeiros que já jogaram no Brasil. 

Muito habilidoso, Petkovic foi um meio-campista completo. Era especialista em cobranças de falta, escanteios, além de se destacar pelos lançamentos, passes e chutes precisos.

  • Início da carreira

Pet mudou-se cedo de cidade para jogar nas categorias de base do Radnički Niš, e tornou-se o jogador mais jovem a atuar em uma partida oficial no futebol iugoslavo, com 16 anos e 15 dias de idade.

  • Estrela Vermelha

Dejan, o Rambo – apelido que ganhou em sua cidade natal – se transferiu para o poderoso time da capital em 1991. Em sua primeira temporada no clube, o sérvio foi campeão Iugoslavo, e também da Copa Intercontinental. O jogador sobressaiu-se apenas na temporada 1994/95, sendo campeão da Liga Iugoslava. Ganhou 2 Copas da Iugoslávia,  e mais 3 Campeonatos Iugoslavos.

  • Na Espanha

Petkovic foi contratado pelo Real Madrid, onde jogou em 1995 e 1996. Com pouco sucesso, foi emprestado aos espanhóis Sevilla e Racing Santander, até voltar a equipe B do clube merengue em 1997. Sua passagem pela Espanha foi um fracasso, porém o gringo conquistou o Campeonato Espanhol de 1996/97 e a Super Copa da Espanha de 1997.

  • Vitória 

Pelo Rubro-Negro baiano, Dejan Petkovic ganhou o Campeonato Baiano de 1997 e 1999, além da Copa Nordeste de 1999.

  • Vasco da Gama

Chegou ao Vasco na metade de 2002, após surpreendente transferência do Flamengo, seu maior rival. Pet não fez um bom Campeonato Brasileiro em 2002, porém ajudou o Cruz-Maltino a conquistar a Taça Guanabara de 2003, antes de se transferir para o futebol chinês.

  • Shanghai Shenhua, China

Ficou apenas um ano no clube chinês, e faturou um campeonato local.

  • Fluminense 

Posteriormente à rápida passagem pelo Al-Ittiha, da Arábia Saudita, onde ganhou uma Copa Árabe, e a Liga dos Campeões da AFC, o gringo voltou ao Brasil em agosto de 2005 para jogar no tricolor carioca. No clube, não foi campeão de nenhum campeonato.

  • Flamengo 

O jogador teve duas passagens pelo clube carioca, no qual se tornou ídolo da torcida.

Sua primeira passagem pelo clube, foi no início dos anos 2000. Em pouco tempo após sua chegada, o gringo ganhou seu primeiro título estadual pelo clube. O status de ídolo do clube,  foi conquistado apenas em 2001, após um gol de falta aos 43 minutos do segundo tempo, dando o título ao Flamengo sobre o seu maior rival, o Vasco da Gama. O feito lhe rendeu prêmios e homenagens.

Dejan Petkovic iniciou sua segunda passagem pelo Flamengo 7 anos depois de deixar o clube, em um acordo para diminuir a dívida do time com o jogador. Escolheu o número 43 para lhe dar sorte.

Seu melhor momento na segunda passagem foi no Campeonato Brasileiro de 2009. Dejan ajudou o Flamengo a sair da zona de rebaixamento, e conquistou o Campeonato nacional pelo clube, após gols, assistências e boas atuações pelo clube.

No Flamengo, foi campeão do Campeonato Carioca de 2000 e 2001, Copa dos Campeões 2001, Troféu Rei do Rio 2009, e Campeonato Brasileiro de 2009.

  • Outros clubes no Brasil

Em 2007, jogou pelo Goiás, e teve contrato rescindido insatisfeito com cobranças extra-campo. No Santos, no mesmo ano, teve sequência irregular e foi dispensado no final da temporada. Em março de 2008 foi para o Atlético Mineiro como a grande contratação do centenário do clube, e perdeu espaço por conta de problemas físicos ao final do ano.  

Com informações da Wikipédia