As melhores finais da liga dos campeões: Bayern de Munique x Chelsea 2012

Crédito da foto: Reprodução/ Facebook oficial - Chelsea FC

O Torcedores.com esta em clima de Champions League, já que neste sábado Real Madrid e Atlético de Madrid decidem a final desta temporada. Decidimos assim relembrar algumas grandes finais do maior torneio europeu, relembre conosco a final de 2012 entre Bayern de Munique e Chelsea.

Munique, 19 de maio de 2012, Chelsea e Bayern de Munique se encontram para a decisão da Champions League, em campo o time bávaro era amplo favorito, camisa pesada com 4 títulos europeus, tinha em seu elenco grandes jogadores como Robben, Ribery, Mario Gomez e muitos outros em grande fase, além disso jogaria em casa, já que a final de 2012 foi na Allianz Arena, casa do Bayern.
Do outro lado estava o Chelsea, que buscava seu primeiro título da Champions League, e era comandado pelo italiano Roberto Di Matteo, que tinha um estilo de jogo “conservador” ou mesmo retranqueiro como alguns diriam, foi progredindo com o time londrino que desde o começo da competição era descartado para o título, mas chegará a final eliminando o todo poderoso Barcelona.

O JOGO

O Chelsea jogou da maneira que lhe cabia, do mesmo jeito que jogou contra adversários mais fortes, se defendendo e especulando em contra ataques que raramente surtiram efeito, o Bayern de Jupp Heynckes tinha mais a posse de bola e atacava o time londrino de todas as maneiras, levando perigo principalmente quando Robben ou Ribery pegavam na bola, mas ainda assim o time bávaro desperdiçou inúmeras chances a frente do gol de Petr Cech.

Assim a partida foi se arrastando até que aos 38 minutos do segundo tempo Toni Kroos cruza da esquerda, a bola encontra Thomas Muller que cabeceia para o chão e mata o goleiro do Chelsea, fazendo a parte vermelha do estadio explodir em estase, neste momento os Blues que não haviam feito muito ofensivamente se lançaram ao ataque, e aos 43 minutos da etapa final Juan Mata cobra escanteio, na área Drogba se livra da marcação e salta em direção a bola e fuzila de cabeça para empatar o jogo. 1 a 1 e prorrogação a vista.

PRORROGAÇÃO

No inicio da prorrogação o arbitro Pedro Proença marca um pênalti de Drogba em Ribery, na cobrança o camisa 10 Robben chuta no canto esquerdo do goleiro Cech que defende a cobrança e mostra o que estava por vir para o Bayern. No resto da prorrogação os dois times sofreram fisicamente e não saíram do empate construído nos 90 minutos.

PÊNALTIS

As equipes rumaram para os pênaltis, as cobranças seriam feitas frente a torcida alemã – O Chelsea quatro anos antes tinha perdido para o rival Manchester United nos pênaltis após também empatar por 1 a 1 em tempo normal. Lahnm abriu as cobranças marcando, e Juan Mata errou pelo Chelsea em seguida dando a vantagem logo no inicio para o time alemão, Mario Gomez, David Luiz, Neuer e Lampard fizeram em seguida para seus respectivos times, até que Cech defende a cobrança de Olic, Ashley Cole cobra e empata a disputa. A quinta cobrança bávara fica com Schweinsteiger, um dos cobradores de pênalti mais confiáveis, o camisa 31 parte pra bola contra um goleiro que já havia defendido dois pênaltis e acertado o canto das outras três cobranças que entraram,  Cech trisca na bola que bate na trave, deixando o Chelsea a um gol da gloria, Drogba bate em seguida e marca. Festa azul em Munique, o Chelsea se sagrava campeão da Europa pela primeira vez em sua história, e é até hoje o único time Londrino a conquistar a taça da Champions League.

Foi o título do time desacreditado, que lutou em todos os jogos até a final e que naquele momento se tornava finalmente um dos grandes da Europa.