Veja como o Vasco pode garantir aos cofres R$ 4,2 milhões em 2016

Eurico Miranda
Foto: Paulo Fernandes / vasco.com.br

Nesta sexta-feira, o Vasco conseguiu o aval do Governo Federal para que dois projetos fossem aprovados para desenvolvimento de esportes olímpicos do Gigante da Colina. A tendência que o clube lucra R$ 4,2 milhões para executar o esporte e as ofertas fazem parte na Lei de Incentivo ao Esporte, conforme explica todos os detalhes o jornal “Extra”.

LEIA MAIS:
CONFIRA COMO FICOU O NOVO CONTRATO DA CAIXA COM O VASCO EM 2016

Com a aprovação do Ministério do Esporte, o Vasco agora vai entrar na etapa mais complicada que será conseguir parceiros para que os projetos aprovados fossem executados. O clube cruz-maltino, tem o prazo para adquirir os investidores é até o dia primeiro de março do ano que vem.

Conforme mostra o jornal “Extra”, o vice-presidente de esportes de quadra, Fernando Lima explica detalhes sobre o que será preciso para buscar patrocínios. O dirigente cruz-maltino detalha que buscará novos parceiros, principalmente para o basquete do Vasco e disputar o NBB.

“Detalhamos o que será preciso, em termos de custeio para o time de basquete. Estamos em busca de patrocínios para o time do ano que vem”, diz o dirigente vascaíno.



Radialista, Jornalista com passagens como correspondente pelo site italiano CalcioNews24.com e pelo Arena Rubro-Negra. Atualmente setorista do Fluminense e Futebol Sul-Americano no Torcedores.com