Troféu Maria Lenk: começa hoje a última seletiva olímpica

Trofeu Maria Lenk de Natacao, realizado no Centro Aquatico Olimpico. 14 de abril de 2016, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Satiro Sodré/ SSPress

O Troféu Maria Lenk mais esperado e mais importante de todos os tempos vai começar. A partir desta sexta-feira, e até o dia 20, quarta próxima (a data estranha foi escolhida porque nos dias seguintes haverá o Evento-Teste da Natação Paralímpica), o Parque Aquático Olímpico da Barra vai abraçar 413 atletas, sendo 356 brasileiros e 57 vindos de onze países, quais sejam, Argentina, Canadá, Chile, China, Eslováquia, Finlândia, Japão, Paraguai, República Tcheca, Ucrânia e Uruguai.

LEIA MAIS
Troféu Maria Lenk: sai a Start List

Esta é a derradeira seletiva da natação brasileira para os JOGOS OLÍMPICOS RIO 2016. O limite máximo são de 52 vagas, 26 para cada sexo (que não será alcançado). E, para a formação de uma melhor seleção brasileira, não haverá as provas não-olímpicas e nem os revezamentos. E é importante lembrar: só vão voltar ao Parque Aquático Olímpico em Agosto quem tiver índices A. As finais do evento serão diferentes, e ambas valerão vaga para os Jogos. Na final A, brasileiros e estrangeiros. Na final B, só brasileiros.

Por agora, estão com índice (nas provas com mais de um, os até agora classificados estão em negrito):

50 livre M (22.27) = Bruno Fratus – 21.50 (Open) / Ítalo Manzine Duarte – 22.08 (Open) / Marcelo Chierighini – 22.17 (Daltely) / Matheus Santana – 22.17 (Open) / Henrique Martins – 22.25 (Open)
50 livre F (25.28) = Etiene Medeiros – 24.71 (Open) / Graciele Herrmann – 24.92 (Open)
100 livre M (48.99) = Nicolas Nilo Oliveira – 48.41 (Daltely) / Matheus Santana – 48.71 (Daltely) / Marcelo Chierighini – 48.72 (Open) / Alan Vitória – 48.96 (Daltely)
100 livre F (54.43) = Etiene Medeiros – 54.26 (Daltely)
200 livre M (1:47.97) = Nicolas Nilo Oliveira – 1:47.09 (Daltely) / João de Lucca – 1:47.81 (Daltely)
200 livre F (1:58.96) = Manuella Lyrio – 1:58.43 (Open)
400 livre M (3:50.44) = Luiz Altamir Melo – 3:50.32 (Open)
100 borboleta M (52.36) = Henrique Martins – 52.14 (Open) / Marcos Macedo – 52.17 (Daltely) / Nicholas Santos – 52.31 (Daltely)
200 borboleta M (1:56.97) – Leonardo de Deus – 1:56.14 (Open)
100 costas M (54.36) = Guilherme Guido – 53.09 (Open)
200 costas M (1:58.22) = Leonardo de Deus – 1:57.43 (Daltely)
100 peito M (1:00.57) = Felipe França – 59.56 (Daltely) / João Gomes Junior – 1:00.00 (Open) / Felipe Lima – 1:00.09 (Daltely) / Pedro Cardona – 1:00.14 (Open)
200 peito M (2:11.66) = Thiago Simon – 2:11.29 (Open)
200 medley M (2:00.28) = Henrique Rodrigues – 1:58.26 / Thiago Pereira – 1:58.32 (Daltely)
200 medley F (2:14.26) = Joanna Maranhão – 2:14.04 (Open)
400 medley F (4:43.46) = Joanna Maranhão – 4:40.78 (Daltely)
400 medley M (4:16.71) = Brandonn Almeida – 4:14.07 (Open)

Neste primeiro dia, teremos, pela ordem, 400 medley masculino, 100 borboleta feminino, 400 livre masculino, 400 medley feminino e os 100 peito masculino. Destas provas, até agora, somente os 100 borboleta não tem índices. As eliminatórias começam às 9:30 da manhã e as finais, às 17:30.

O evento é fechado para imprensa, familiares e convidados devido a questões de segurança e estrutura, mas terá transmissões ao vivo do SporTV de todas as suas finais. Este, que também é o evento-teste da natação para os Jogos Olímpicos, vai testar voluntários, a área de competição e a cronometragem, que será da mesma Omega dos eventos da FINA.