Titular com Cuca, Thiago Martins elogia o comandante e destaca evolução do setor defensivo

César Greco / Agência Palmeiras

Ele chegou de “mansinho”, falando pouco e aproveitando as oportunidades em um elenco onde a maioria da imprensa e dos torcedores apontavam a dupla de zaga titular do Palmeiras com Victor Hugo e Edu Dracena, mas Thiago Martins conquistou seu espaço e com Cuca no comando é titular absoluto da equipe.

Aos 21 anos, o defensor, revelado no próprio Palmeiras, comentou sobre o atual momento do Verdão, em coletiva realizada nesta quarta-feira (20), na Academia de Futebol.

Já são 5 jogos sem derrota, sendo 4 vitórias e 1 empate neste período. No total, foram 13 gols marcados e apenas 4 sofridos, com a dupla Thiago Martins e Victor Hugo absoluta nesses jogos.

Eis alguns assuntos abordados pelo jogador:

Contusão e evolução dentro do time titular:

Emprestado ao Paysandu em 2015, Thiago relembra lesão sofrida e volta por cima com a camisa do clube que o revelou.

“Eu tive uma lesão no joelho. Adiou alguns planos, mas Deus sabe o que faz, acontece tudo no tempo Dele. Agora estou vivendo um momento feliz da carreira. Voltei para o Palmeiras, tive essa sequência de titular e busquei meu espaço aqui dentro”, relatou.

Elogios ao técnico Cuca, entrosamento com Victor Hugo e setor defensivo:

Cuca chegou, mudou o esquema e o time correspondeu. Essa melhora passa pelo entrosamento com Victor Hugo e de todo o setor defensivo.

“O Cuca dispensa comentários, está agregando e ajudando muito. Sobre os jogadores, eu acompanhei ano passado, vi que tinha algumas coisas acontecendo, mesmo com jogadores de qualidade que estavam aqui. Graças a Deus está dando certo, estou desempenhando um bom futebol com meus companheiros. A zaga começa lá na frente, não somos eu e Vitor Hugo”, enalteceu.

Edu Dracena:

Experiente zagueiro é peça fundamental dentro do elenco palmeirense e colabora com os mais jovens, caso de Thiago.

“Não é fácil ter o Edu Dracena no banco. Eu sempre converso com ele. Sou novo, ele tem uma rodagem maior, eu busco aprender sempre. Nesse jogo agora eu cheguei para ele, perguntei para ele como era melhor marcar, isso, aquilo. Tudo o que ele já passou, o que puder me passar, posso encurtar alguns caminhos. Com ajuda dele, do Nathan, do Róger (Carvalho). É agregar sempre”, afirmou.

Projeção:

Com o time vivendo um bom momento, a expectativa é de crescer ainda mais sob o comando do técnico Cuca, que apesar do bom trabalho realizado, ainda está começando. Thiago espera pela sequência e acredita em uma melhora ainda mais significativa não só da defesa, mas de todo o time palmeirense.

“Como eu já disse antes, se todos correrem e ajudarem, fica muito mais fácil, não só para a zaga. Diminui gols tomados, momentos apreensivos dentro de campo. Se todo mundo corre e ajusta… Isso foi primordial. Nos ajudou a melhorar, vamos treinar cada vez mais para não tomar mais gols. Lógico que os adversários têm qualidade. Temos de trabalhar e ver o que podemos melhorar”, concluiu.

Palmeiras e Santos jogam no domingo (24), às 16h, na Vila Belmiro, valendo vaga para a grande final do Campeonato Paulista 2016.