Thiago Martins destaca rivalidade com o Santos: “provocação só instiga a um jogo melhor”

César Greco / Agência Palmeiras

Confirmado para o duelo decisivo contra o Santos, Thiago Martins enalteceu a rivalidade entre os clubes em 2015, e falou sobre as provocações que já estão acontecendo e devem seguir até o dia da semifinal.

“Eu acompanhei algumas coisas, mas não estava presente. Prefiro deixar para quem estava presente. Desse ano, a provocação só instiga a um jogo melhor, mais pegado. No futebol não tem problema nenhum, com respeito. Isso só instiga um futebol melhor, com vontade. Ele (Lucas Lima) provocando de lá, quero marca-lo melhor. Isso é ótimo”, comentou.

No total, foram 7 encontros entre Palmeiras e Santos no ano de 2015. Desses, 3 foram pelo Paulistão, 2 pelo Brasileirão e outros 2 pela Copa do Brasil, sendo que decidiram duas competições.

O equilíbrio foi notório, com 4 vitórias do Peixe, 3 do Verdão e 1 título para cada clube. Destaque dessas partidas é o fato de todo mandante ter saído com a vitória, e sempre com um gol de diferença, seja 1 a 0 ou 2 a 1.

Isso daria uma vantagem ao Alvinegro Praiano, mas o defensor acredita que mesmo com a pressão, o Palmeiras vai forte em busca da vaga na final.

“Não vai ser fácil. Jogar com a nossa torcida influencia bastante, nos apoiam os 90 minutos. Por causa de tudo que está acontecendo, brigas fora dos estádios, tomaram essa decisão. Temos de acatar. Lógico que seria ótimo ter a nossa torcida na Vila Belmiro. Temos de concentrar e chegar preparado, porque vai ter pressão da torcida deles”, avaliou.

E uma possível disputa de pênaltis não está descartada, uma vez que as duas finais foram decididas nas penalidades máximas, e claro, se tem pênalti, tem Fernando Prass.

O goleiro realizou algumas cobranças no treinamento desta quarta (20).

“Eu acompanhei quando estava no Paysandu, ano passado. Esse ano está complicado (os outros clubes errando). Sempre antes de jogos estamos nos preparando para caso aconteça, para acertar todos. Contando sempre que o Prass é um ótimo pegador de pênaltis, isso nos ajuda muito”, finalizou.

Palmeiras e Santos jogam no domingo, às 16h, na Vila Belmiro. A outra semifinal será entre Corinthians e Osasco Audax, na Arena Corinthians.