Pelé recusou proposta do Real Madrid e afirma: “Não me arrependo”

Pele
Crédito da foto: Reprodução/Facebook - Pelé

Pelé se não tivesse nascido homem, teria nascido bola, já dizia Armando Nogueira e talvez ele tenha razão. Imaginar que o futebol poderia existir sem o maior jogador de futebol de todos os tempos é possível, porém, ele não seria o mesmo, assim como o Santos Futebol Clube.

LEIA MAIS:
VÍDEO: KLOPP CAI NA RISADA APÓS CHUTE TORTO DE LUCAS LEIVA
DANIEL ALVES VOLTA A CAUSAR POLÊMICA NA WEB APÓS GOLEADA DO BARCELONA
VÍDEO: DROGBA MARCA GOLAÇO DE LETRA NOS ESTADOS UNIDOS; CONFIRA
OPINIÃO: VASCO TINHA O DIREITO DE ENFRENTAR O FLAMENGO EM SÃO JANUÁRIO

De 1956 a 1974, Pelé vestiu as cores do Peixe, mas, ao longo desses 18 anos e de mais de 1116 gols marcados em 1091 jogos, muitas foram as propostas para que ele mudasse de clube. O Real Madrid, que a época tinha Alfredo Di Stefáno, foi um dos clubes que tentou contratar o Rei, porém, ele disse não.

“Estive perto de aceitar a proposta do Real Madrid”, disse Pelé no lançamento do filme Pele: o nascimento de uma lenda (Pelé: birth of a legend), garantindo que não se arrepende de ter recusado jogar nos Merengues.

Pelé, inclusive, aproveitou para falar sobre o Barcelona, time em que jogar Neymar, jogador que também foi revelado no Santos como ele. Segundo o Rei, o clube catalão é o que jogo o melhor futebol do mundo e não é de hoje:

“Está claro que nos últimos 15 anos o Barcelona é quem joga o futebol mais bonito, assim como antes eram os holandeses que jogavam melhor”, disse Pelé.

O Rei também comentou sobre as expectativas para os Jogos Olímpicos Rio 2016 e o temor do vírus Zika:

“Nos Jogos vamos ter muitos turistas no Brasil e claro que é uma preocupação (vírus Zika), porque é o nome do Brasil que está em jogo”.

Crédito da foto: Reprodução/Facebook oficial de Pelé