Libertadores: São Paulo viaja a Santa Cruz de la Sierra para driblar altitude

Crédito: Rubens Chiri/ Site Oficial São Paulo Futebol Clube

Após a vitória contra o River Plate, agora o São Paulo só precisa de um empate diante o The Strongest, para chegar as oitavas de final da Copa Libertadores, porém a única coisa que preocupa o tricolor é a altitude boliviana, que pode complicar a vida do time na competição.

LEIA MAIS:
São Paulo vence River Plate e fica a um empate das oitavas da Libertadores

Pensando nisso, o São Paulo decidiu adotar uma estratégia para o jogo da próxima quinta-feira. A equipe viaja na quarta-feira, para a Bolívia, em direção a cidade de Santa Cruz de la Sierra, que tem clima parecido com o do Brasil e fica a 400 metros acima do nível do mar. Na quinta a tarde, o tricolor se dirigi a La Paz, rumo ao estádio Hernando Silles. A ideia é passar apenas o tempo do jogo no local, já que o time não fará nem mesmo o reconhecimento do campo.

Outro time brasileiro também adotou a mesma medida para driblar a altitude. Na libertadores de 2012, o Santos resolveu ir a La Paz horas antes do jogo contra o The Strongest, mas acabou perdendo para a equipe boliviana por 2×1.

Antes do jogo decisivo pela Libertadores, o São Paulo enfrente o Audax pelas quartas de finais do Campeonato Paulista. O jogo acontece em Osasco, na gande São Paulo, as 18h30.