Opinião: Palmeiras pode chegar ainda mais longe após eliminação

Palmeiras
Crédito da foto: Arte Torcedores.com

A eliminação precoce do Palmeiras na Libertadores da América pode parecer um retrocesso no excelente trabalho que a diretoria do Verdão vem desenvolvendo desde o ano passado, contudo, a verdade é que às vezes é preciso errar quando se pode para acertar quando se precisa.

LEIA MAIS:
FOTOS: CONHEÇA O NOVO AFFAIR DE FERNANDO ALONSO, SEGUNDO JORNAL
VÍDEO: JOGADOR EVITA SAÍDA DE BOLA PELA LATERAL COM DRIBLE INCRÍVEL
TIME FEMININO IMITA CRISTIANO RONALDO COM FOTO DE “CUECA”
VÍDEO: ATACANTE É ATINGIDO POR EXPLOSIVO DURANTE PARTIDA NA ITÁLIA

Tomando como exemplo o Corinthians em 2011 e a traumática eliminação na Pré-Libertadores para o Tolima, da Colômbia, é impossível não se questionar o que teria sido daquele time envelhecido comandado por Roberto Carlos e Ronaldo se não fosse a oportunidade que o revés deu ao Timão de rever sua concepção de futebol. A partir do 2º semestre daquele ano, o rumo foi ajustado e os resultados apareceram.

O Palmeiras tem diante de si a chance de fazer algo muito melhor. Com uma saúde financeira invejável e um elenco valioso, o Alviverde pode ir além e, ao invés de aproveitar esse passo para trás para dar 2 à frente, pode andar mais uma casa e dar 3 passos.

Tudo, no entanto, depende de como a derrota vai ser absorvida. Até o momento, o discurso de que a vida segue tem sido adotado por jogadores, membros da comissão técnica e torcedores, mas é preciso mais do que isso. O Palmeiras precisa realmente mostrar na prática que superou o trauma.

As derrotas em casa, determinantes na Libertadores, não podem se repetir, muito menos a má sorte longe de seus domínios. O Palmeiras tem a chance de, com um grande potencial, se reerguer desse pequeno tombo de maneira muito mais forte. Ao contrário de seus rivais regionais e adversários nacionais, o Palestra Itália montou uma estrutura sólida em torno de sua torcida e pode fazer muito mais do que já foi feito por aí. O Campeonato Brasileiro, por exemplo, indicado como prioridade, é apenas parte de um projeto de crescimento cujo Mundial de Clubes deve ser o limite, afinal de contas, time grande deve pensar grande.

Crédito da foto: Arte Torcedores.com