Opinião: Senna x Piquet foi uma disputa que de fato não ocorreu

Getty Images

Hoje quero falar sobre um tema que andei pensando muito para escrever sobre ele: a guerra entre os fãs dos tricampeões Ayrton Senna e Nelson Piquet.

LEIA MAIS:
GP DA CHINA: QUEM PODE SURPREENDER?
RÄIKKÖNEN LIDERA 1-2 DA FERRARI NO TL2 DO GP DA CHINA DE F1

Comecei a acompanhar F1 desde 1983, e pude ver dois títulos de Piquet e os três de Senna. Para mim, foram dois pilotos absolutamente geniais, e em um pais tão atrasado esportivamente como o Brasil, acho pouco provável que tenhamos mais pilotos do mesmo calibre dos dois por aqui (Digo isso com pesar, infelizmente).

Mas vamos ao contexto: poucos são os brasileiros que tem ambos como ídolos. Falar de um geralmente significa depreciar o outro, em um eterno questionamento sobre que de fato foi o melhor. Mas a verdade é que, embora tenham sido contemporâneos, Ayrton e Nelson venceram os campeonatos em momentos distintos na F1 .

Quando Piquet venceu seus dois primeiros campeonatos, em 81 e 83, Senna ainda não estava na F1. Em 84, quando Senna surgiu como um fenômeno, Piquet já era bicampeão e ainda estava no auge, é verdade, mas já era consagrado enquanto Senna ainda buscava seu espaço.

A primeira disputa entre eles aconteceu somente em 86, mas com ambos em estágios diferentes nas suas carreiras: Piquet, já na Williams, era uma estrela do automobilismo, enquanto Senna havia acabado de consolidar seu talento nas pistas correndo com o limitado carro da Lotus.

Em 87, Piquet conquistou o tri e mostrou todo o seu talento ao bater Mansell correndo como mecânico ao perder sua visão de profundidade no acidente no GP de San Marino, na curva Tamburello, enquanto Senna ainda fazia a transição de uma equipe media para uma equipe grande. Embora tenha melhorado e muito o carro da Lotus com suas táticas aerodinâmicas, não se discute que não tinha condições de brigar pelo título.

A verdade é que independentemente das preferencias de cada um, é muito difícil a comparação entre eles, pois nunca aconteceu uma disputa entre ambos com o mesmo carro e valendo um campeonato, como aconteceu nos duelos Senna x Prost e Piquet x Mansell, pois quando um tinha carro para ser campeão, o outro não tinha.

Em 88, Piquet já era tricampeão, e Senna assinou contrato com a McLaren, onde venceu seu primeiro Campeonato Mundial em disputa contra o francês Alain Prost.

Piquet estava em uma Lotus que não lhe permitia brigar pelo campeonato e estava em fase final de carreira. Em 89 e 90, Senna e Prost estavam resolvendo suas diferenças fora da pista e Piquet foi para a Benneton, onde venceu mais 3 corridas antes de se aposentar em 91.

As desavenças entre os dois foram causadas por uma série de mal entendidos por estarem na segunda metade dos anos 80 em estágios diferentes em suas carreiras. Talvez se Senna não tivesse aquela infeliz partida em 94, ambos poderiam sentar tranquilamente para conversar após a aposentadoria de Piquet.

Ao contrário da maioria, tenho os dois tricampeões como ídolos. Como citei acima, acho pouco provável que tenhamos novamente um outro Senna ou um outro Piquet por aqui, pois lamentavelmente nosso país, em função dos desmandos de nossos dirigentes, ainda é uma atrasado no esporte.

Mas acho que os dois até tiveram algo em comum: ambos sempre criticaram a má estrutura do nosso esporte e chegaram a ser processados por cartolas. Fui um privilegiado por ter visto esses dois gênios vencerem campeonatos na F1.