“Nosso trabalho vai ser feito aqui, lá só podemos torcer”, diz Cuca sobre confronto decisivo

Palmeiras
Crédito da foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Em coletiva realizada nesta quarta-feira (13), o técnico Cuca falou sobre o confronto contra o River Plate-URU no Allianz Parque, e destacou a necessidade de jogar bem, fazer gols e paralelamente torcer e ter fé.

“Nosso trabalho vai ser feito aqui amanhã, na hora do jogo. Só isso que temos de pensar. Só podemos agir aqui, lá não se pode agir, a não ser torcer. Temos de deixar a torcida torcer, trabalhar dentro do campo, jogar com inteligência. Não adianta ser uma equipe apressada. Tem de ser uma equipe rápida, mas com tranquilidade”, destacou o comandante alviverde.

O Verdão precisa vencer e torcer por uma derrota do Rosário Central para o Nacional, que jogam em Montevidéu, e além disso, tirar uma diferença de 3 gols favoráveis à equipe argentina.

Esclarecido, Cuca abordou todos as questões que envolvem esta semana decisiva para o Palmeiras.

Estreia no Allianz Parque

“Ainda não joguei ou treinei no Allianz, não sei como é. Vou ter o primeiro hoje para ter uma noção melhor. O jogo (do Shandong) foi num sábado à tarde, muito rápido. A grande sensação vem amanha. Uma pena estarmos numa situação dessa, pela grandeza poderíamos e deveríamos estar numa situação melhor. Mas já ocorreu. Ainda temos essa chance. Temos de ter fé”.

Desvantagem

“O passado recente da Libertadores mostra, quantas reversões houveram no Atlético. Dá para buscar por aí. Não dependia de outros. Mas hoje é a nossa realidade. O que eu penso: é ter o discernimento, de jogar o nosso jogo, que a gente faça o melhor dentro do campo”.

Desfalques

“Temos baixas, jogadores importantes que não vão estar. Gabriel Jesus, o Zé também está fora, Dudu não está ideal. Temos de encontrar dentro da equipe os melhores 11, quem sabe fugindo da característica dos últimos jogos. Tenho confiança que vão fazer um jogo bom”.