Felipe Alves volta a treinar e torce para Osasco Audax avançar à semifinal

Felipe Alves
Gabriela Montesano/Osasco Audax

Na última terça-feira (12), o goleiro Felipe Alves voltou a treinar depois de ficar afastado dos gramados por pouco mais de vinte dias, quando sofreu uma fratura na costela na partida entre Osasco Audax e Palmeiras. Pela primeira vez após a lesão, Felipe treinou com bola junto com os outros goleiros.

LEIA MAIS:

VÍDEO: “VOU GANHAR DO SÃO PAULO COM O AUDAX, COMO SEMPRE GANHEI COM O CORINTHIANS”, AVISA VAMPETA
FPF CONFIRMA E OSASCO AUDAX RECEBE O SÃO PAULO NO JOSÉ LIBERATTI

No dia 20 de março, em jogo válido pela décima rodada do Campeonato Paulista, no Estádio do Rochdale, o Audax vencia o Palmeiras pelo placar de 2 a 0 quando Felipe Alves saiu do gol para evitar a chance do adversário diminuir a vantagem e se chocou com o atacante Erik. No encontro entre os dois jogadores, o goleiro osasquense levou a pior e teve de ser substituído por Sidão, aos 31 minutos da segunda etapa. Com a lesão confirmada, desde então Felipe não voltou a defender a meta do Audax na competição.

Depois de passar pouco mais de quinze dias em repouso total, Felipe Alves foi liberado para as sessões de fisioterapia e apenas na última terça-feira voltou a trabalhar com bola no campo do Centro de Treinamentos da Vila Yolanda.

– Estou bem. Foi a primeira vez que subi para o campo, consegui fazer bastante coisa. Tenho evoluído gradativamente, porque ainda tem algumas restrições médicas e eu não posso fazer certos tipos de exercícios, mas dentro do possível estou evoluindo. Tenho que ter paciência, mas estou muito feliz por poder voltar ao campo, fazer alguns exercícios, esquecendo um pouco da dor. Tudo tem o seu tempo, estou voltando aos poucos e espero ficar bom logo – afirmou o goleiro após a atividade.

Durante o primeiro treino, Felipe Alves correu no gramado e depois participou do treinamento específico com o preparador de goleiros, Leandro Idalino, ao lado dos companheiros. Ao lado do atual goleiro, Sidão, o jogador mostrou boa evolução na recuperação, mas ainda não sabe se volta a jogar pelo Osasco Audax no semestre. Além de depender da reabilitação, o possível retorno do goleiro depende do avanço da equipe que enfrenta o São Paulo nas quartas de final no próximo domingo.

– Não sei dizer se eu volto ou não, mas acontece, foi um acidente de trabalho. Estou feliz com a equipe e independente de quer for jogar, sei que o time está muito bem servido de goleiro. O Sidão entrou na melhor fase do time e está correspondendo à altura. Estou muito feliz pelo momento da equipe e por todo mundo que vêm se doando ao máximo nessa fase final – comentou.

Com a classificação para as quartas de final pela primeira vez na história do clube, o Osasco Audax recebe o São Paulo no Estádio do Rochdale, às 18h30 do domingo. Sem ser relacionado para as partidas, Felipe Alves vem curtindo o momento também como torcedor e vai acompanhar a equipe na decisão do lado de fora das quatro linhas, torcendo por uma vaga inédita na semifinal do Paulistão.

– É complicado, a gente sofre um pouco mais do que deveria, mas faz parte do futebol. É legal acompanhar o time de fora, porque você acaba tendo uma outra visão. Você acaba vendo coisas novas vendo o jogo de fora. Mas eu estou gostando de ver que o time está se comportando muito bem, com uma postura ofensiva muito boa, controlando a maioria dos jogos. Estou feliz e estou na torcida – completou o goleiro.

Confira a entrevista do goleiro para a TV Audax:

Colaboração: Dep. Comunicação Osasco Audax
Crédito na imagem: Gabriela Montesano/Osasco Audax



Estudante de Rádio, TV e Internet, Luiz Carlos Junior é narrador, comentarista e apresentador da TV Esporte Mais, canal de tv por assinatura da zona oeste metropolitana de São Paulo. Amante de futebol e voleibol, do amador ao profissional, Luiz também é apaixonado por música.