Em busca da Sena: 6 motivos para Rosberg vencer o GP da China

Dilvulgação/Twitter Oficial Mercedes AMG F1

O alemão Nico Rosberg busca manter a boa fase e quer a sexta vitória seguida. Para isso terá que superar seu companheiro de equipe Lewis Hamilton e a dupla da Ferrari, Kimi Raikonnen e Sebastian Vettel.

Leia Mais

GP da China: Com perda de 5 posções, Hamilton busca recuperação

Felipe Nasr prevê final de semana difícil para Sauber

Pesa a seu favor a boa fase, que vem desde o GP do México, e já acumula cinco vitórias seguidas. Contra o piloto, pesa o fato de Hamilton ser altamente vitorioso no Grande Prêmio chinês e a dupla da Ferrari desbancar as Mercedes no treino livre oficial de sexta, mas nada parece abalar Rosberg.

O piloto ignorou a perda de posições de seu companheiro Lewis Hamilton para o grid de largada e focou apenas na vitória: “Mesmo com a punição, Lewis será sempre uma ameaça” declarou à Sky Sports.

A Mercedes confia em seu carro para continuar a vencer e Rosberg tem tido a tal “sorte” que acompanha os campeões.

Confira os principais motivos para Rosberg vencer e continuar líder:

  • Foi na China que Rosberg venceu pela primeira vez, em 2012;
  • Rosberg vive seu melhor momento, com 5 vitórias seguidas e a sorte a seu favor, seu principal adversário já começa com a perda de 5 posições no grid de largada;
  • Mercedes tem acertado na estratégia de Rosberg e falhado com Hamilton;
  • Rosberg tem obtido ótimo desempenho com pneus duros, isso fez com que seu carro andasse mais, economizando paradas;
  • O carro tem rendimento melhor com pneus mais douradores em relação a Ferrari, a principal ameaça às Mercedes;
  • Os rivais italianos seguem com problemas de confiabilidade no novo motor, Rosberg pode se aproveitar e larga na frente, sem dar chance aos adversários.

 

 



Jornalista. Gosta de abordar sobre futebol e às novidades do mundo na fórmula 1. Atualmente é analista de mídia para Honda S.A.