Dá pra confiar em Cleiton Xavier?

(Foto: Cesar Greco / Fotoarena)

Mesmo com a eliminação da Copa Libertadores nessa quinta (14), o Palmeiras fez sua parte e goleou por 4 a 0 o River Plate do Uruguai. Um dos destaques da partida foi Cleiton Xavier.

O meia voltou a jogar após 8 meses se recuperando de seguidas lesões. Desde que voltou ao Palmeiras, no começo de 2015, Cleiton realizou apenas 18 partidas e marcou um gol.

Sua contratação foi pensada como solução para o meio-campo palmeirense, que na época contava com o polêmico Valdivia, que também desfalcava a equipe frequentemente por conta de lesões. O histórico do jogador colaborava, em sua primeira passagem pelo clube Cleiton foi um jogador regular e teve grandes atuações. Com destaque para o jogo contra o Colo Colo na Libertadores de 2009, quando ele fez o gol da classificação da equipe alviverde no final da partida.

No entanto, já no começo da segunda passagem de Cleiton pelo Palmeiras, ele não pôde ser inscrito no Campeonato Paulista devido a um imbróglio com o Metalist, seu ex-clube. De lá pra cá, o jogador acumula diversas lesões e sua situação faz com que, o já criticado Departamento Médico do clube, seja ainda mais pressionado.

A questão agora é: o Palmeiras tem mais três competições para disputar nesse ano, e tem condições de disputar o título em todas, é possível confiar em Cleiton Xavier como principal armador e camisa 10 da equipe para a temporada?

A resposta só o tempo dirá. Se conseguir recuperar o condicionamento físico e evitar as lesões a qualidade técnica de Cleiton é inquestionável. A partida contra o River mostrou isso, ele entrou no segundo tempo e mudou a cara da equipe. Se aproveitando do espaço que a equipe Uruguaia deixava, Cleiton se apresentou como opção pra saída de bola, distribuiu o jogo e dos pés dele saíram as jogadas de maior perigo do Palmeiras na segunda etapa.

Embora seja possível acreditar na recuperação de Cleiton Xavier, o técnico Cuca também deve criar alternativas para que o time consiga jogar sem o seu maestro. Com Robinho, Dudu ou até mesmo Alecsandro fazendo a função de meia. Há opções no elenco para isso.