Cuca reprova provocações antes de clássico e manda recado para Lucas Lima

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

Dorival Júnior não foi o único a ver o clima de provocações nos últimos dias entre jogadores de Palmeiras e Santos como algo que pode prejudicar o clássico entre os dois times, no domingo (24), pelas semifinais do Campeonato Paulista. O técnico do Palmeiras, Cuca, também criticou o excesso de declarações ‘fortes’ de ambos os lados e aproveitou para mandar uma espécie de recado para um dos prováveis personagens da partida, o meia santista Lucas Lima.

LEIA MAIS

VEJA AS NOTÍCIAS DO PALMEIRAS QUE ESTÃO BOMBANDO NESTA SEXTA

MERCADO DA BOLA 2016: EMPRESÁRIO COMENTA SOBRE SAÍDA DE GABRIEL JESUS DO PALMEIRAS

OPINIÃO: FERNANDO PRASS SERÁ DECISIVO PARA A CLASSIFICAÇÃO DO PALMEIRAS

A citação ao meia veio em declaração durante entrevista coletiva nesta sexta-feira (22), na qual Cuca inclusive lembrou sobre jogadores de ambos os times jogarem nas seleções principal e olímpica para tentar amenizar a troca de farpas pré-semifinal.

“Motivação vai até começar o jogo. e eu acho errado. Teve um jogador meu que fez alguma coisa deste tipo de conduta e falei que não era a atitude ideal. Tem jogador que gosta de polêmica, eu não gosto, prefiro ficar quieto no meu canto. Se tira sarro e depois vai para a Seleção, quem é que vai torcer por ele?  É até para o Lucas (Lima) pensar para que todos torçam pela Seleção. Temos que ter cuidado, somos pessoas públicas”, afirmou o técnico palmeirense segundo o Uol Esporte.

“Eles se conhecem tanto, de outros carnavais. Já teve polêmica com outros jogadores, de lá e daqui. Faz parte do futebol, temos que entender que faz parte do futebol, mas isso não vai fazer diferença para ganhar ou não o jogo. O que pesa é ter equilíbrio em campo, regularidade, os acertos táticos e técnicos, também os individuais e coletivos é que fazem a diferença no campo”, finalizou Cuca.

O técnico palmeirense também analisou o fato do Verdão jogar na Vila Belmiro, onde o Santos tradicionalmente é forte e também sobre o fato de que apenas torcedores do Peixe irão comparecer ao estádio para ver a partida semifinal do Paulistão.

“Jogar com o Santos lá na Vila é difícil e todos sabem disso. O Dorival ainda não perdeu lá e é jogo com torcida única. São vantagens, sem dúvida nenhuma. O treinador já ter um conhecimento grande, um conjunto, são pequenas vantagens. Mas, do outro lado, vem uma equipe que está em crescimento, amadurecendo, aprendendo a ter regularidade em campo”, comentou Cuca.

(Crédito da foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)