Com volta no final, Rosberg fatura pole para o GP da China

Rosberg destroçou tempo de rivais em sua última tentativa de volta rápida no Q3. (Foto: Getty Images)

Nico Rosberg faturou a pole position para o Grande Prêmio da China, terceira etapa da temporada 2016 da Fórmula 1. O alemão da Mercedes, mais rápido apenas no primeiro dos três treinos livres do final de semana, registrou na fase decisiva do treino classificatório realizado na manhã deste sábado (16) o tempo de 1min35s402, faturando pela 23ª vez o direito de largar da primeira posição.

LEIA MAIS:
Vettel lidera treino na chuva em Xangai

O vice-campeão dos dois últimos campeonatos terá a companhia de Daniel Ricciardo na primeira fila. O piloto da Red Bull foi meio segundo mais lento em relação ao tempo da pole position. A segunda fila terá os dois carros da Ferrari, com Kimi Räikkonen largando à frente de Sebastian Vettel. Valtteri Bottas largará da quinta colocação, seguido por Daniil Kvyat.

A Force India aparece na sétima colocação do grid de largada com Sergio Pérez, que terá como companheiro na quarta fila o espanhol Carlos Sainz, da Toro Rosso. Max Verstappen, companheiro de Sainz, será o nono colocado, enquanto Nico Hülkenberg completa a lista dos dez melhores para o início da prova em Xangai.

Os dois brasileiros foram eliminados no segundo segmento da classificatória, encerrada por conta de uma roda que se soltou do carro de Hülkenberg no minuto final. Felipe Massa largará da 11ª colocação com o carro da Williams, enquanto Felipe Nasr, que passou pela primeira vez pela primeira rodada do qualifying, partirá da 16ª posição.

A grande zebra do treino classificatório foi a eliminação de Lewis Hamilton. Com um problema no sistema de recuperação de energia em sua Mercedes, o tricampeão mundial sequer registrou tempo na primeira fase do qualifying, o que o obrigará a largar da última colocação, ao lado da Manor de Pascal Wehrlein, que bateu, forçando uma interrupção de 20 minutos na atividade.

O Grande Prêmio da China de Fórmula 1 acontece neste domingo (17), a partir das 3h, pelo horário de Brasília.

Confira como foi o qualifying

Q1
Com a pista em melhores condições em relação ao último treino livre, o qualifying teve início com a maioria dos pilotos partindo para a pista com pneus intermediários, exceção feita a dupla da Manor. Mas, restando 15 minutos para o final da primeira fase, Pascal Wehrlein perdeu o controle ao passar por uma poça d’agua na reta dos boxes e bateu, forçando a bandeira vermelha.

Após uma interrupção de 20 minutos, o treino foi retomado com Esteban Gutiérrez fazendo a primeira volta rápida da atividade, logo superada por Jenson Button, que fez 1min38s324. Restando cinco minutos para o final da fase inicial, Nico Rosberg tomou a liderança da classificação, com 1min37s669, marca batida por Kimi Räikkönen, que fez 1min37s347.

No minuto final, Sebastian Vettel tomou a melhor marca de seu companheiro de equipe, ao conseguir 1min37s001, relegando Räikkönen ao segundo lugar. Bottas foi o terceiro, seguido por Jenson Button e Carlos Sainz. Felipe Massa e Felipe Nasr avançaram ao Q2, conquistando a nona e a 16ª colocação, respectivamente.

Lewis Hamilton, que reclamou de um problema no motor de sua Mercedes, não registrou tempo e largará da última fila, ao lado de Wehrlein, que bateu. Kevin Magnussen, Esteban Gutiérrez, Jolyon Palmer e Rio Haryanto foram os outros eliminados.

Q2
A Sauber mandou à pista seus dois pilotos com pneus supermacios usados ainda no Q1. Felipe Nasr foi o primeiro a registrar uma volta rápida, mas Nico Rosberg assumiu a liderança da classificação com 1min36s240, utilizando pneus macios. Logo depois a Ferrari instalou pneus supermacios em seus dois carros, e viu Räikkönen marcar 1min36s118.

A segunda rodada foi marcada ainda por outra bandeira vermelha, esta provocada por Nico Hülkenberg. A roda dianteira esquerda da Force India do piloto alemão se soltou quando ele estava em uma volta de aquecimento, quando restavam pouco mais de um minuto para o final do segmento, que foi encerrado.

Com o problema de Hülkenberg, Räikkönen terminou o Q2 na liderança, seguido por Vettel e Rosberg. Os eliminados da disputa pela pole position foram Felipe Massa, Fernando Alonso, Jenson Button, Romain Grosjean, Marcus Ericsson e Felipe Nasr.

Q3
A fase decisiva do treino classificatório teve início com a Mercedes mandando rapidamente à pista Rosberg, que registrou 1min36s111 em sua primeira volta rápida. Um minuto mais tarde foi a vez de Räikkönen tomar a primeira colocação, com 1min35s972. Sebastian Vettel, por sua vez, optou por fazer apenas uma tentativa de volta.

Em sua última tentativa, Rosberg não deu chances aos rivais e conseguiu uma volta em 1min35s402, faturando a pole. O piloto da Mercedes ainda viu Daniel Ricciardo conseguir o segundo lugar e relegar os dois carros da Ferrari a segunda fila.



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.