Bicampeã olímpica se despede de clube após 8 anos

Foto: João Pires/Fotojump

A central bicampeã olímpica Thaísa divulgou na manhã deste sábado que não deve mais defender as cores do Vôlei Nestlé Osasco. Em nota de esclarecimento divulgada nas redes sociais, a jogadora informou que após oito anos na cidade não irá continuar na equipe.

LEIA MAIS:

Site revela convite para time brasileiro disputar o mundial de clubes de vôlei feminino

A bicampeã olímpica tinha renovado o contrato com a equipe por dois anos. Porém, após a solicitação da diretoria em diminuir o salário na temporada ficou impossível seguir no projeto. Thaísa chegou ao Osasco na temporada 2008/09, após ser campeã olímpica em Londres.

Com o clube conquistou todos os títulos possíveis como Mundial e Superliga. A jogadora ainda agradeceu aos torcedores da equipe pelo apoio durante sua passagem pelo time.

Confira o texto publicado pela atleta:

ESCLARECIMENTO

Pessoal, bom dia. Estou aqui para esclarecer o que REALMENTE aconteceu e falar o porque que não permanecerei no Vôlei Nestlé Osasco para a próxima temporada.

O contrato já estava assinado. (Tinha contrato de 2 anos). Antes de me apresentar à Seleção, a diretoria do Osasco entrou em contato com meu representante e ofereceram uma redução salarial substancial daquilo que já havíamos acertado. A partir disso, não foi possível continuar na equipe dentro das novas condições apresentadas. Fico triste por ter que sair de um projeto que sempre identifiquei e mais triste ainda por não ter recebido uma ligação, nem mesmo uma mensagem de ninguém da comissão e nem da diretoria.

Agradeço muito aos torcedores que me acolheram com todo carinho e respeito e aos amigos verdadeiros que fiz durante esses 8 anos de Osasco!! Estou muito focada na Seleção. Fiquei um período longe e essa volta é muito importante para mim. Meu foco agora é trazer o Tri para o Brasil e ter uma boa performance nas Olimpíadas.
Em paralelo, estou analisando todas as propostas do Brasil e do exterior e em paz com o que o futuro guarda para mim.

Foto: João Pires/Fotojump