Bauza e altitude: Uma relação antiga

Divulgação/Site Oficial São Paulo

Talvez a maior preocupação do São Paulo para a noite desta quinta-feira, 21, não seja o The Strongest, equipe boliviana a qual enfrentará, mas sim os mais de 3600 m de altitude da cidade de La Paz, local onde será realizada a partida, no estádio Hernando Silles, às 21h45, horário de Brasília. No entanto, se depender do treinador Edgardo “Patón” Bauza, esse não será um grande problema.

LEIA MAIS: 
RELACIONADOS DO SÃO PAULO PARA A BATALHA CONTRA O THE STRONGEST

Isso porque, o comandante argentino está muito acostumado com o fator altitude. Ele treinou a LDU, do Equador, entre os anos 2006 e 2008, e 2010 e 2013, sendo que o clube localiza-se na cidade de Quito, com altitude de mais de 2800 m acima do nível do mar. Além disso, pelo clube equatoriano e muitas vezes usando esse ponto a seu favor em benefício próprio, Edgardo “Patón” Bauza conquistou dois campeonatos nacionais (2007 e 2010), a Copa Libertadores da América (2008) e a Recopa Sul-Americana (2010).

O comandante argentino do São Paulo tem se mostrando bastante preocupado nos treinamentos com as finalizações da intermediária, fazendo trabalhos específicos para impedir que isso aconteça, pois a bola ganha maior velocidade devido à altitude. Além disso, ele também tem procurado treinar cobranças de falta de frente para o gol com o seu elenco pelo mesmo objetivo.

– Esperamos dar conta da partida, porque o The Strongest jogará com intensidade e tentará impor o ritmo de jogo. Temos que tratar de minimizar isso e fazer com que isso não nos complique na partida. A nossa equipe está bem e temos que aguentar a pressão deles, principalmente no primeiro tempo, porque será um jogo duro e difícil. Vamos tratar de vencer a partida e deixar a Bolívia com a classificação, porque esta é a nossa meta. – comentou Edgardo Bauza em matéria que está no site oficial do clube do Morumbi.

O São Paulo depende apenas de suas próprias forças para conquistar a classificação em La Paz, já que um simples empate coloca o técnico argentino e seus comandados na próxima fase da Copa Libertadores da América. Até o momento, o Tricolor está com 8 pontos, na segunda posição do grupo 1, tendo a mesma pontuação do líder River Plate, mas perdendo nos critérios de desempate. O The Strongest, adversário desta quinta, está em terceiro com 7, enquanto o Trujillanos, o qual jogará com os argentinos, é o lanterna com 4.