Rival do Brasil, África do Sul se anima com sorteio da Rio 2016

Reprodução/Twitter oficial Janine van Wyk

A holandesa Vera Pauw, técnica da seleção feminina da África do Sul, ficou satisfeita com o sorteio do torneio de futebol olímpico. As Banyana Banyana caíram no grupo E, o mesmo do Brasil.

LEIA MAIS:

Rio 2016: Conheça os adversários do Brasil no futebol olímpico

Brasil conhece seus primeiros adversários na busca pelo ouro inédito no futebol

O sorteio realizado nesta quinta-feira no Maracanã contou com a presença de Pauw, além do treinador da equipe masculina, Owen da Gama.

“Ei, África do Sul! Estamos animadas quanto ao sorteio. As equipes masculina (jogo de abertura) e feminina jogarão contra o Brasil, o anfitrião!”, publicou em seu Twitter.

As comandadas de Vera Pauw vão estrear contra a Suécia, em 3 de agosto, no Engenhão. No dia 6, será a vez de encarar a China no mesmo estádio. A última participação na primeira fase será contra as brasileiras, três dias depois, em Manaus.

Capitã da África do Sul, a zagueira Janine van Wyk também fez comentários sobre o sorteio em seu Twitter.

“Estava esperando por este momento desde quando nos classificamos para os Jogos do Rio! Agora, é hora de acelerar nossos preparativos”, disse.

Perguntada por um seguidor se o duelo contra as suecas a intimidava, a jogadora se mostrou confiante.

“Não estamos (intimidadas)! Elas não podem ser maiores que os nossos corações”, respondeu.

Para chegar ao Rio de Janeiro, a seleção da África do Sul passou pelo Pré-Olímpico de seu continente. A disputa foi realizada em mata-mata e, em sua campanha, superou Gabão, Quênia e Guiné Equatorial.

Esta será a segunda participação das sul-africanas em Jogos Olímpicos. As Banyana Banyana disputaram o torneio pela primeira vez em 2012, na edição de Londres.