Como a imprensa cobriu o jogo de Kobe Bryant

Crédito da foto: Reprodução/ Site Oficial da NBA - Los Angeles Lakers News

Vamos imaginar o seguinte cenário: veículos de comunicação de todo o mundo, pessoas importantes dos mais diversos cenários do entretenimento, repercussão global e audiência nas alturas. Provavelmente, você pensou em uma decisão – seja de Copa do Mundo, seja o Super Bowl -, mas, era “apenas”, a despedida de Kobe Bryant das quadras – no último jogo da temporada regular contra o Utah Jazz.

Desde que, em novembro, foi anunciado que essa seria a sua última temporada, todo jogo era uma festa, pois todos – sejam jornalistas ou não – registrar os últimos momentos do atleta. Ontem (13 de abril de 2016), no Staples Center – casa do Los Angeles Lakers, Los Angeles Clippers e Los Angeles Kings (NHL – National Hockey League), não foi diferente – apenas a proporção que foi infinitamente maior.

Jornais do mundo inteiro, parafraseando o narrador Romulo Mendonça, da ESPN, estavam “num ritmo ragatanga insano” desde o penúltimo jogo, contra o Oklahoma City Thunder na segunda. Materiais especiais, homenagens, entrevistas, passagens marcantes. Tudo o que é possível imaginar foi feito nas 48 horas anteriores ao jogo.

• BBC Mundo: “El legendário Kobe Bryant se despide de la NBA por todo lo alto”;
• El Mundo: “El mundo del deporte, atento a la despedida de Kobe Bryant”;
• Herald Sun (Melbourne, Australia): “NBA great Kobe Bryant set to farewell basketball in final game for LA Lakers”;
• The Guardian (Reino Unido): “Kobe Bryant prepares for emotional farewell after 20 years in the NBA”.

Ao trazermos para uma realidade mais próxima, podemos usar, como base, os canais ESPN.

Em todos os eventos de grande repercussão, o “protocolo” é sempre o mesmo: equipes in loco, especialistas nos comentários, além da programação especial – chamadas, por exemplo – sobre o evento. E ontem, não foi diferente.

O repórter José Renato Ambrósio fez a reportagem in loco e, no Brasil, o narrador Everaldo Marques e os comentaristas, e ex-jogadores de basquete, Eduardo Agra e José Roberto Luz (ou, mas conhecido como “Zé Boquinha”) foram os responsáveis pela transmissão por aqui.

Obviamente, seria impossível colocar representantes do mundo inteiro no Staples Center – até por questões de segurança -, mas, a partir do momento em que os principais veículos, de vários continentes, estão presentes, sabemos que a informação será amplamente divulgada, e assim, o mundo estaria presente nesse momento.

#ThankYouKobe #MambaOut #MambaDay

Crédito da foto: Reprodução/ Site Oficial da NBA - Los Angeles Lakers News
Crédito da foto: Reprodução/ Site Oficial da NBA – Los Angeles Lakers News