Veja como foi o último jogo do Palmeiras, no Palestra Itália, pela Libertadores

Em 28 de maio de 2009 aconteceu (o até agora) o último jogo do Palmeiras como mandante no Palestra Itália. Daquele dia para cá, o estádio ainda recebeu partidas do brasileirão de 2009 e 2010, do Paulistão do mesmo ano e ele foi fechado com um amistoso entre o alviverde e o Boca Juniors vencido pelos argentinos por 2 a 0.

O antigo campo foi quase que totalmente demolido, ficando apenas a curva onde hoje ficam no Allianz Parque as torcidas organizadas e uma nova arena foi construída, com sua inauguração oficial acontecendo em novembro de 2014, também com uma derrota, por 2 a 0 para o Sport Recife, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro.

Vamos voltar a esta data e recordar como foi aquele jogo, acontecido há 2471 dias atrás e que foi a despedida do antigo Palestra Itália da Libertadores.

Assim que a bola rolou, o Palmeiras teve seus 10 melhore minutos naquela competição. O time envolvia a representação uruguaia, que não achava espaço para uma resposta concreta. Contudo, o time de Montevidéu conseguiu se assentar em campo e aparecer um pouco mais no ataque, tanto que de uma vez só, Vanderlei Luxemburgo queimou duas alterações, saindo Souza e Fabinho Capixaba, entrando Obina e Marquinhos. Cleiton Xavier passou a ser o segundo volante, ajudando Diego Souza na armação de jogadas e Keirrison tinha Obina como referencial na área, o que animou o Palmeiras em campo. No entanto, o primeiro tempo terminou com o placar inalterado.

Na volta para o segundo tempo, os times não fizeram alterações, mas aos 10 minutos o que mudou foi o placar. Diego Souza, de fora da área, aproveitou o gramado escorregadio e venceu o goleiro Muñoz. Verdão 1 a 0.

O jogo ficou muito bom para o Palmeiras, que tinha o contra-ataque ao dispor, só que ele não conseguia aproveitar e tinha Keirrison numa noite dispersa. Aos 29, o camisa 9 saiu para a entrada de Jumar. Contudo, a bola não parecia estar de bem com o time do Palmeiras e o empate veio aos 36, com Morro Garcia, que aproveitou o chute de Morales e decretou a igualdade. O resultado frustrou jogadores e torcida palmeirense, que ainda viram a expulsão de Roberto Brum aos 45 do segundo tempo, exato um minuto depois de ter ido a campo.

FICHA TECNICA
Palmeiras 1 x 1 Nacional (URU)
Data: 29/05/09
Horário: 22h – Horário de Brasília
Local: Estádio Palestra Itália
Cidade: São Paulo – SP
Partida: 1º jogo das quartas de final da Libertadores da América

Público: 24.700 pagantes
Renda: R$ 1.295.281,24

Árbitro: Carlos Torres (PAR)
Auxiliares: Rodney Aquino (PAR) e Milcíades Saldívar (PAR)
Gols: Diego Souza (PAL) aos 10’ do 2º Tempo e García (NAC) aos 35’ do 2º Tempo
Cartões amarelos: Armero, Pierre e Obina (PAL) Fernandez, Roberto Brum e Morales (NAC).
Expulsão: Roberto Brum (NAC).

Palmeiras
Time: Marcos; Maurício Ramos, Danilo e Marcão; Fabinho Capixaba (Marquinhos), Pierre, Souza (Obina), Cleiton Xavier e Armero; Diego Souza e Keirrison (Jumar)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Nacional
Rodrigo Muñoz; Romero, Coates, Victorino e Matías Rodriguez; Fernández, Oscar Morales, Arismendi e Lodeiro (Roberto Brum); Biscayzacú Angel Morales) e Medina (Santiago Garcia)
Técnico: Gerardo Pelusso

Foto: Reprodução Youtube