Sérgio Vieira considera citação de Lula um “fato normal” e mira seleção: “Qual treinador não quer?”

Crédito: Jornal O Imparcial

Os nomes de Sérgio Vieira e da Ferroviária ganharam as manchetes dos principais jornais esportivos depois do grampo telefônico feito pela Polícia Federal, vazado pelo juiz Sérgio Moro, do ex-presidente e agora Ministro da Casa Civil, Luís Inácio Lula da Silva, comentar com o Ministro da Comunicação, Edinho Silva, sobre a fase que o time de Araraquara passa graças ao treinador português.

LEIA MAIS:
FERROVIÁRIA VENCE SALGUEIRO E LEVA VANTAGEM PARA O JOGO DE VOLTA DA COPA DO BRASIL

Depois da vitória da Locomotiva sobre o Salgueiro-PE pelo placar de 1 a 0, em jogo válido pela primeira rodada da Copa do Brasil, Vieira falou sobre o assunto, agradeceu os elogios feitos, mas que acha isso normal quando o trabalho é bem feito e a crítica chega.

“A gente fica sempre honrado quando as pessoas falam bem de nós, principalmente quando falam a verdade. Às vezes elogiam, mas nem sempre é verdade. No meu caso, eu sei que este elogio é verdade, até por conta do trabalho que a gente tem feito aqui na Ferroviária, com um grupo totalmente novo.”, explana o treinador. Quanto a este tema de questões políticas, isso internamente não afeta a mim e ao grupo. Não muda a minha forma de ser. Foi um fato que eu não sabia de uma conversa entre duas pessoas que pode acontecer, assim como podem falar mal (risos). Mesmo que digam mal, não podemos ficar perturbados com isso. Por isso, pra mim, é um fato normal”, explana o treinador

Mesmo assim, o português se mostra antenado nos casos que tem agitado a vida do brasileiro ultimamente, tanto na questão política, quanto na econômica. “Eu desejo profundamente que esta crise política e econômica realmente passe. O povo brasileiro merece ter uma vida boa, até pelo potencial que o país tem, com as dimensões de suas terras, aos recursos que possui, por toda a energia e história que tem possam sair dessa crise, principalmente as pessoas mais necessitadas consigam ter um estilo de vida melhor”, comentou.

No áudio divulgado, Edinho Silva comenta com Lula sobre o treinador ter muito potencial de chegar até a seleção brasileira. Perguntado se isso é um de seus objetivos, o português não titubeou.

“Eu sou uma pessoa que gosta de projetos ambiciosos, seja aqui ou no exterior, de equipes que queiram ganhar títulos. Aqui [Ferroviária] temos uma equipe ambiciosa com um grupo de pessoas envolvidas em um projeto e eles mostram isso no dia a dia. Quer permanecer para a disputa do Paulistão de 2017, quer a vaga para a Série D para chegar na Série C e quer passar das fases da Copa do Brasil. Estou bem aonde estou. Porém, no futuro, queremos sempre algo a mais e as ambições aumentam. Treinar uma grande seleção, como a da dimensão do Brasil, qual treinador não quer?”.

Agora. o foco de Sérgio Vieira e sua equipe é para a partida contra o São Bernardo no próximo domingo (20), às 18h30, na Fonte Luminosa, em Araraquara, em jogo válido pela décima rodada do Paulistão. A Ferroviária ocupa a liderança do Grupo C ao lado do São Paulo com 13 pontos.