Paulistão A2: São Caetano e Santo André se enfrentam em clássico do ABCD

Crédito da Foto: Reprodução/Facebook do Santo André

No próximo sábado (19), São Caetano e Santo André jogam o clássico da rodada na série A2. A partida acontece às 16h00 no estádio Anacleto Campanella e é válida pela décima quinta rodada do Paulistão.

 

LEIA MAIS:

São Bernardo e Água Santa podem se beneficiar com aumento de vagas para a Série D

 

As duas equipes vivem situações diferentes na compatição. São Caetano é vice líder com vinte e sete pontos, 2 a menos que o líder Bragantino.

Já o Ramalhão segue fora da zona de classificação para a próxima fase, com vinte e dois pontos na nona posição, mesma pontuação do Barretos que segue entre os 8 classificados, porém o Santo André tem uma vitória a menos.

O Azulão chega com moral para a partida. A equipe do técnico Luís Carlos Martins vem de vitória fora de casa contra o Atlético Sorocaba por 2 x 0 no Walter Ribeiro, somando 7 vitórias, 6 empates e apenas uma derrota em quinze jogos.

Além da manutenção do treinador, a equipe manteve setenta por cento da equipe que jogou a série D do Campeonato Brasileiro em 2015, que por pouco não conquistou o acesso à série C.

Mesmo com bons números no campeonato, a torcida do São Caetano terminou a partida exigindo vitória contra o Santo André.

O técnico Luís Carlos Martins, em entrevista ao Diário do Grande ABC falou sobre a cobrança da torcida para clássico de sábado.

“Talvez esse grito seja de incentivo para nós. Sempre temos obrigação de fazer as coisas benfeitas. Sábado é um jogo dificílimo. É o dérbi da região. O Santo André também tem camisa e tradição, e queremos fazer grande partida”, disse.

Faltando cinco rodadas para o fim da primeira fase, o Santo André precisa vencer o clássico e continar somando pontos nas últimas rodadas para se classificar para a fase seguinte, em busca do acesso que leva apenas duas equipes à elite do Campeonato Paulista.

O Ramalhão não teve calendário no segundo semestre de 2015. Após o fim da A2, a diretoria optou por não jogar a Copa Paulista, pois o estádio Bruno José Daniel passou por reformas.

Com muitos atletas dispensados, o time foi reformulado para 2016 e o técnico Luciado Dias foi contratado. Após doze rodadas e a  derrota para a Penapolense em casa, a diretoria demitiu o treinador e em seu lugar chegou Toninho Cecílio.

Depois de empatar contra a Portuguesa por 1 x 1 no Canindé na última rodada, o volante, prata da casa, Dudu Vieira falou sobre o clássico, para o portal Futebol do Interior.

“Clássico é sempre diferente. Respeitamos o São Caetano, que possui jogadores de qualidade, e trabalham forte assim como nós. Vamos lá tentar impor o nosso ritmo e sair com os três pontos”, contou Dudu.

Se o São Caetano conta com o jovem goleador Jô Fernandes, o Santo André aposta suas forças no experiente Branquinho.

Considerado o maior clássico do ABCD Paulista, as equipes já se enfrentaram vinte e oito vezes em vinte e três anos de história. Foram 9 vitórias do São Caetano, onze empates e 8 vitórias do Santo André.