Roger Federer retornará no Masters 1000 de Miami

Roger Federer retornou aos treinamentos no meio de fevereiro (Foto: Reprodução/Facebook Oficial Roger Federer)

Roger Federer (3) confirmou seu retorno às quadras no Masters 1000 de Miami após sua cirurgia no joelho e uma parada de quase dois meses. Uma postagem no perfil oficial do suíço no twitter, nesta quinta-feira (17), indicava que ele estaria a caminho de Miami. Minutos depois Rene Stauffer, escritor da biografia de Federer, confirmou em sua própria conta na rede também postando uma mensagem anunciando que Roger jogaria o torneio.

O suíço não joga desde a semifinal do Australian Open em que foi eliminado pelo sérvio Novak Djokovic. Roger Federer afirmou, em um comunicado emitido quando anunciou sua lesão, ter sentido dores no joelho um dia após sua eliminação no torneio e por isso teve de passar por uma artroscopia no local. Rumores também afirmavam que o tenista havia se machucado enquanto caminhava com as filhas em Melbourne, porém, a informação não foi confirmada pela assessoria do jogador. Lesionado, Roger Federer já havia anunciado que não disputaria Rotterdam e nem Dubai, mas havia uma certa expectativa de que ele retornasse em Indian Wells, competição que está sendo disputado neste momento e irá até o próximo domingo (20), que acabou por não se concretizar já que o suíço confirmou no fim de fevereiro que não disputaria o torneio na Califórnia e só retornaria ao circuito no Masters 1000 de Monte Carlo, torneio que inicialmente estava de fora do calendário do tenista que jogaria apenas uma competição no saibro (Roland Garros) mas que ele usaria para compensar este tempo fora das quadras.

Roger Federer já estava na lista da ATP de jogadores que disputariam o Masters 1000 de Miami, porém, faltava a confirmação do jogador que veio nesta quinta-feira através do post na conta do próprio tenista e na de Rene Stauffer.