Pré-candidato a vereador no RJ pode deixar cargo diretivo no Botafogo

Coruripe x Botafogo
Crédito da Foto: Reprodução/ Facebook

O Botafogo busca ajustar suas contas. Desde janeiro de 2015, o responsável direto por esta tarefa é o advogado e professor da UFRJ Bernardo Santoro, Vice-Presidente de Finanças. Sócio-proprietário, ele se tornou conhecido no meio alvinegro por ter afirmado, em 2011, que o clube deixaria de existir em médio prazo por ter um passivo impossível de ser pago. Buscando contrariar sua própria sentença, Santoro começou um projeto de saneamento financeiro no clube, sendo uma das peças-chave da atual administração.

LEIA MAIS:
BOTAFOGO X FLAMENGO, PELO CARIOCA, DEVERÁ ACONTECE EM JUIZ DE FORA (MG)
10 FATOS DO FUTEBOL QUE DEVERIAM TER SIDO GRAMPEADOS PARA QUE TODOS SOUBESSEM O QUE ACONTECEU

Consoante informação de Thiago Pinheiro, blogueiro do Botafogo no globoesporte.com, Santoro se apresentou como sendo pré-candidato a vereador no Rio de Janeiro, podendo vir a desfalcar a administração botafoguense. No entanto, a situação não está decidida, de forma que a sua permanência à frente da vice-presidência de finanças será discutida com o presidente Carlos Eduardo Pereira.

Além da atuação no alvinegro de General Severiano, Bernardo Santoro milita no Instituto Liberal, defendendo a economia de mercado, a livre iniciativa, a redução de impostos e a descentralização do poder, sendo uma das principais figuras posicionadas à direita no espectro político brasileiro.