Opinião: Sorteio das quartas da Champions permite encontro entre os quatro melhores da Europa

Reprodução/Twitter Oficial Champions League

O sorteio realizado na manhã desta sexta (18), que definiu os confrontos das quartas de final da UEFA Champions League, foi, de certa forma, benéfico aos que, na minha visão, são os quatro melhores times da Europa e, quase que consequentemente, do planeta: Barcelona, Bayern de Munique, Real Madrid e Paris Saint-Germain.

LEIA MAIS:

LIGA DOS CAMPEÕES: QUARTAS TERÃO CLÁSSICO ESPANHOL E DUELO DE MILIONÁRIOS; VEJA SORTEIO COMPLETO

LIGA EUROPA: QUARTAS TERÃO DUELO ESPANHOL E BORUSSIA X LIVERPOOL; VEJA SORTEIO COMPLETO

O time catalão não precisa de tanta explicação assim para figurar na lista. Jogando com sobras na temporada, só não levará o bi do Campeonato Espanhol se uma tragédia acontecer. Imparável e mágico, o trio MSN não escolhe adversários para passar por cima, como se, realmente, atuassem sobre o “abracadabra” do treinador Luis Enrique.

Seguindo o consenso, também vejo o Barcelona como favorito a faturar a “orelhuda”, o que, caso aconteça, será a sexta vez na história do clube. O Atlético de Madrid sempre dá trabalho, mas não consigo imaginar os comandados de Diego Simeone entre os quatro melhores da competição europeia.

Na última temporada de Pep Guardiola no comando dos bávaros, a classificação para as quartas ficou ainda mais difícil do que se imaginava após o sorteio: apesar de empatar com (dois) gols fora de casa, virou o primeiro tempo da volta perdendo por 2 a 0 e, com muito esforço, conseguiu levar o jogo para a prorrogação, quando bateu a cansada Juventus.

No entanto, vale ressaltar que os bianconeri também têm um ótimo elenco (na minha visão, praticamente empatado com o quarto melhor time europeu) e o Bayern chega motivado para as quartas. Apesar do bom time, o Benfica seria um dos adversários menos complicados para que o time avance às semis.

Com mais altos do que baixos na temporada, o Real Madrid chega entre os oito remanescentes da Champions após placares enganosos contra a Roma. Pelo que jogaram ambos, 2 a 0 na ida e na volta para os merengues não foi justo, se considerarmos futebol apresentado pelos italianos.

Dos sete possíveis adversários, o Wolfsburg, provavelmente, era um dos preferidos na lista. Mas vale reforçar que o time do brasileiro Naldo pode exigir bastante do time de Zidane, assim como fez o Schalke 04 na temporada passada.

Por fim, o Paris Saint-Germain tem se tornado um time cada vez mais maduro. “Milionário” desde 2011, os franceses parecem, de uma vez por todas, estarem prontos para chegar longe na competição continental mais importante do planeta, até por não terem outras preocupações na temporada: já é o campeão francês com oito rodadas de antecedência.

O time de Laurent Blanc, contudo, tem o confronto mais complicado das quartas: encara o também “milionário” Manchester City, que, apesar de estar longe do título da Premier League, vem empolgado por estar entre os oito melhores da Champions pela primeira vez na história. Ainda assim, Ibrahimovic e companhia têm totais condições de avançarem para a próxima fase.

E você, concorda? Opine!



Jornalista formado pelo Mackenzie (SP) e pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Multimídias pela Anhembi Morumbi (SP). Apaixonado por esportes desde 1994. Especialista de Santos e Futebol Inglês no Torcedores.com. Contato: fernando.amaral.pba@hotmail.com