Opinião: Cinco razões para a derrota do Palmeiras em Montevideo contra o Nacional

O Palmeiras perdeu para o Nacional no estádio Parque Central, em Montevideo, pelo placar de 1 a 0 e viu suas chances de classificação se complicarem. O Verdão soma quatro pontos e terá que ganhar seus jogos contra Rosario Central (fora) e River Plate-URU (casa) se quiser ambicionar um avanço de fase.

1-Técnico novo, futebol velho

O Palmeiras ainda está conhecendo o estilo Cuca. Claro que este é primeiro jogo de Alexi Stival no comando do Verdão, só que ele usou as soluções de Marcelo Oliveira e elas devem definitivamente ser descartadas. No primeiro tempo, nenhum chute a gol, e no segundo, mesmo colocando Barrios, Gabriel Jesus e Robinho em campo, não houve como furar o bloqueio do Nacional.

2-Lucas

Lucas decididamente precisa de uma temporada no banco de reservas. Fraco no apoio e omisso na marcação. Contudo, ele não foi o pior do Palmeiras em campo.

3-Egídio

O ex-cruzeirense deve ter esquecido seu futebol em Belo Horizonte, pois não se concebe como um jogador apontado como destaque do Cruzeiro em 2014, ser uma pálida e sombria lembrança do bom jogador que foi.

4-Arbitragem

Excesso de faltas, aceitação de pressão e pouca imposição perante aos atletas. Carlos Vera Rodriguez pecou muito na parte disciplinar.

5-Edu Dracena

No fim de semana até fez um bom jogo, digno de elogio, só que hoje, seu futebol deve ter ficado retido na fronteira, pois o gol que o Palmeiras levou nasceu de uma falha sua. Além disso, ele muitas vezes estava mal colocado, sobrecarregando Victor Hugo.